Acompanhar a velocidade do Fisco não é uma tarefa fácil às empresas


Postado em 11 de julho de 2018 por abarcelos
image-1

Profissionais que atuam na área tributária precisam ter não só conhecimento fiscal, mas também tecnológico. Esse é o perfil que as companhias têm buscado

O volume e a complexidade das obrigações que precisam ser entregues ao Fisco exigem atenção por parte das companhias. A conformidade na entrega evita riscos fiscais e financeiros, especialmente quando se trata de grandes volumes de dados. “Já atendemos casos de empresas que, por fazer a entrega errada, estavam pagando mais impostos do que deveriam”, conta Jean Soares, Tax Manager da FH, empresa de tecnologia especializada em processos de negócios e software.

Com a automatização, a legislação aliou-se à tecnologia, conforme explica Soares, que coordena a área estratégica da FH – Tax Compliance Services. “Com isso, há mais qualidade e segurança nas informações prestadas à Receita Federal”, relata. Neste sentido, exige-se cada vez mais dos profissionais da área tributária conhecimento não só de legislação, mas também de tecnologia. É justamente esse o perfil que a FH está contratando para a área em expansão.

Além de conhecimento tributário, a empresa exige para os cargos disponíveis aptidão para trabalhar com sistemas. Para preencher as vagas, os profissionais devem ter formação em Ciências Contábeis, Administração, Direito ou Ciências da Computação e áreas correlatas. Entre os benefícios estão plano de carreira e capacitação profissional.

Atenção às obrigações exigidas pelo Fisco

Diante de tantos desafios na área tributária, como a entrega da Escrituração Contábil Fiscal (ECF) no dia 31 de julho de 2018, a preocupação da FH é garantir o cumprimento das rotinas fiscais das organizações, independente do segmento de atuação.

Em relação à ECF, a Receita Federal utiliza mecanismos para realizar cruzamentos internos com outras obrigações acessórias. Para evitar penalidades, o Tax Compliance Services é uma área estratégica que, por meio de ferramentas, alia conhecimento fiscal e tecnológico, apoiando o cumprimento do compliance desta obrigação, desde a geração da escrituração até a auditoria, revisão e retificação.

“Oferecemos o suporte tecnológico e fiscal. A nossa preocupação é proteger o patrimônio dos clientes em relação aos riscos inerentes aos aspectos tributários. Diante disso, reforçamos a importância do compliance na transmissão das obrigações acessórias e oferecemos um serviço que abrange a revisão fiscal dos processos, elaboração das apurações e geração dos arquivos”, esclarece Soares.

Pela Solução Fiscal GUEPARDO, a FH atua no segmento tributário desde 2009. E, agora, com a área de Tax Compliance Services, os clientes poderão usufruir de duas modalidades de atendimento: consultoria tributária e BPO. “No caso de consultoria, as informações entregues ao Fisco são validadas por nossos profissionais. E, por meio dos serviços de BPO, também geramos a obrigação acessória ao cliente”, explica o Tax Manager.

Além dessas vantagens, ao unir tecnologia e expertise tributária, as empresas terão uma melhoria contínua dos processos; redução de custos no corebusiness; redução de encargos trabalhistas; serviço de alta performance; baixo custo e, consequentemente, maior lucro.

Fonte: Portal SEGS, IT Fórum 365Portal AW Informatica


Compartilhar!

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário!
Assinar Newsletter