julho 2020 | FH Brasil

Serviços bancários digitais: uma revolução no setor financeiro


Postado em 30/07/2020 por abarcelos
image-1

A FH é destaque no Baguete, no Estadão e no Jornal Contábil com o artigo do Delivery Manager, Rodrigo Glauser, no qual ele detalha quais mudanças podem acontecer num futuro próximo nos setores bancários e financeiros com a chegada de cada vez mais serviços digitais nessas áreas.

Em seu artigo, Glauser afirma que a regulamentação do Open Bank pode representar uma revolução no setor financeiro, pois possibilitará a pulverização do mercado de crédito, ao permitir a entrada de novas fintechs no mercado. Essas empresas geralmente possuem uma abordagem 100% digital e fornecem APIs para que os ecossistemas se conectem a esses serviços.

Segundo o DM da FH os bancos tradicionais também têm aumentado os investimentos em inteligência artificial e vêm oferecendo um leque cada vez maior de serviços digitais e integração em tempo real, ao invés do tradicional, já defasado, processamento em batch, via arquivo CNAB no padrão Febraban.

O mercado de softwares empresariais não ficou de fora dessa mesma evolução segundo Glauser, uma vez que a SAP inovou em tecnologia e processos para trazer um ERP inteligente ao mercado, que já é amplamente utilizado e traz ganhos visíveis de produtividade, perante o antecessor SAP ECC, e permite que equipes de TI customizem seus sistemas, para que possam integrá-los a novos serviços financeiros, porém, com todas as complicações que um sistema próprio possui.

Por conta desses problemas, o Delivery Manager afirma que sempre que surgem novas demandas das áreas de negócios, soluções cloud que fazem a especialização, por meio de plugins ou addons com o ERP, devem ser as primeiras a serem avaliadas.

Dentre as vantagens desses serviços digitais estão possuírem um retorno mais rápido, permitirem o teste de novos modelos de negócios, atualizações automáticas de formatos e regulamentações, além de funcionarem com pagamento baseado no consumo.

Glauser finaliza seu artigo dizendo que com sorte, teremos um mercado mais aberto, a fim de propiciar um ecossistema financeiro diversificado e inteiramente conectado, para que as transações aconteçam da forma mais rápida e segura possível.

A FH acaba de lançar o Smart Digital Services – Banks, uma suíte de aplicativos e APIs focadas em serviços bancários e financeiros que gerenciam na nuvem a comunicação segura entre o seu ERP SAP (ECC ou S/4HANA) e os serviços de instituições financeiras, conheça!


Compartilhar!
[ssba]

Atenção para o novo prazo de entrega da ECF!


Postado em 21/07/2020 por asilveira
image-1

 

O prazo para a entrega da ECF foi prorrogado para o dia 30 de setembro, mas isso não significa que você pode deixar esse assunto para depois. Devido a quantidade de informações solicitadas nos blocos, o preenchimento completo dessa obrigação é bem complexo e caso seja registrado algum dado incorreto, o contribuinte tem até cinco anos para corrigir o erro.

O prazo para correção pode até parecer uma notícia boa, mas não se engane, pois qualquer modificação na declaração em anos anteriores o obriga a ajustar todos os documentos entregues posteriormente, gerando um grande retrabalho.

Além disso, as mudanças do guia prático do SPED também merecem atenção, já que as frequentes alterações nos leiautes obrigam os contribuintes a se adequarem a uma nova versão de envio.

 

 

A exemplo, somente no mês de julho o SPED divulgou três notas relacionadas as alterações no programa da ECF, essas mudanças impactam, e muito, a rotina do profissional responsável pela geração do arquivo, pois o que parece ser uma simples alteração de informação inserida/excluída pode comprometer os demais blocos e interferir na análise fiscal de outras declarações, como a ECD e a EFD.

Para reduzir o impacto das alterações publicadas pelo SPED e garantir o compliance com as demais obrigações, a melhor saída é investir em uma solução fiscal capaz de adaptar as mudanças do fisco.

Além de simplificar a apuração e entrega das obrigações, reduz o impacto das alterações publicadas pelo SPED assegurando a qualidade dos dados enviados. Conte com a FH para otimizar as horas gastas em gestão fiscal no seu negócio!

Shopping Centers apostam em Marketplaces para atender os consumidores


Postado em 08/07/2020 por abarcelos
image-1

*Por Sandro Stanczyk, Director of Business Unit Customer Experience da FH

Transformação digital e adaptação das lojas físicas aos canais virtuais – há alguns anos, o modelo de negócio online batia à porta do varejo. E o que era uma opção para ampliar as vendas se tornou uma necessidade, diante da pandemia que temos enfrentado, afinal, muitas lojas, tanto de rua quanto de shopping, trabalham com o atendimento em horário restrito, fator que impacta diretamente nas vendas.

Inovação digital é a palavra de ordem para todos os segmentos. Nesse caso, não apenas para aumentar as possibilidades de comercialização, mas também para a segurança de todos, dos varejistas e dos consumidores. Não há dúvida que esse é o caminho mais seguro no atual momento. Por isso, shoppings e lojas, em geral, têm apostado nos marketplaces, isto é, uma espécie de shopping center virtual, que reúne as lojas físicas dos shoppings em uma única plataforma digital, ou seja, em um grande marketplace.

Essa foi a maneira que os shoppings e lojistas encontraram para continuar operando e vendendo, independente das restrições estabelecidas. É a possibilidade real das lojas permanecerem “abertas” 24 horas, sete dias na semana, porém, em um mundo virtual, que rompe com as barreiras físicas.

Hoje, ser ou vender em um marketplace é o desejo de muitas marcas e e-commerce. Para isso, existem soluções inovadoras, como o SAP Customer Experience, uma alternativa para as empresas alçarem novos voos em um momento tão complicado. A plataforma reúne ferramentas de vendas e relacionamento ao cliente, com módulos Sales, Services, Marketing, Customer Data e Commerce. Tudo isso de forma integrada, com acesso simples e interativo.

Ao viabilizar as vendas via marketplace, os lojistas possibilitam que os consumidores tenham experiências digitais e físicas, dispondo de mais de um canal de vendas e relacionamento, que funciona 24X7, além de uma plataforma confiável de informações e visão 360° dos clientes. Essa integração multicanal permite, ainda, a jornada unificada de compras dos clientes.

Outras vantagens aos lojistas é obter uma rica fonte de informações, incluindo as preferências e hábitos desses clientes, por meio da centralização de dados. Além disso, a plataforma faz a recomendação inteligente, que ajuda os vendedores na sugestão de produtos na retirada, eventuais trocas e promoções.

Já os clientes, ao utilizarem o marketplace para suas compras, podem participar de programas de bonificação, pontuação, games, eventos físicos e digitais exclusivos, passam a receber conteúdos personalizados, melhores promoções, tudo isso com consentimento e facilidade na gestão dos dados.

Todos saem ganhando, inclusive os gestores de shopping centers que, por meio de uma plataforma única, podem centralizar os dados cadastrais, registros e histórico de relacionamento de clientes, entendendo os seus interesses, perfis e hábitos. Assim, com base em dados analíticos, passam a criar promoções e gerar informações relevantes e individualizadas.

É uma evolução importante ao segmento, uma verdadeira transformação para o modelo de negócio, que têm se reinventado, por meio de um serviço de inteligência de mercado, com a gestão de vendas automatizada, campanhas personalizadas e de baixo custo em mídias digitais, além da possibilidade de expansão de vendas, mesmo com o isolamento social.

Fonte: TI Bahia, Varejo Brasil, E-commerce Brasil

Lojas Lebes realiza a grande virada SAP com projeto da FH!


Postado em 02/07/2020 por abarcelos
image-1

A FH é destaque na mídia nos portais Revista Varejo BrasilRevista PressChannel 360° e Blog Políbio Braga com o Go Live da implementação do SAP S/4HANA na Lojas Lebes, uma das maiores redes varejistas do Rio Grande do Sul, com mais de 160 lojas espalhadas pelo estado e em Santa Catarina. Essa entrega é um marco no processo de Transformação Digital da empresa, que foi iniciado em 2018 e contou com investimento de mais de R$ 30 milhões.

A Lojas Lebes agora conta com a versão Retail que apresenta ferramentas avançadas para o setor de varejo para marketing omnichannel, gestão de mercadorias centrada no cliente, excelência em procurement, cadeia de suprimentos digital e experiência de cliente omnichannel.

“O sucesso da Transformação Digital depende do entrosamento perfeito entre tecnologia, processos e pessoas, e trabalhamos com muita dedicação para chegarmos até aqui. Contornamos diversos obstáculos e desafios, entre eles, a epidemia do Covid-19, fazendo com que realizássemos testes e treinamentos de modo remoto e o próprio Go Live de forma híbrida, com parte restrita do time presencial e a outra parte toda em home office”, comenta Otelmo Drebes, presidente da rede.

A partir de agora a Lojas Lebes conta com uma tecnologia avançada e pode ser considerada uma pioneira, já que poucas varejistas no Brasil possuem o SAP S/4HANA e podem contar com seus inúmeros benefícios.

O S/4HANA já está em operação e já emitiu sua primeira Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) como é possível ver na foto acima, com o presidente da Lojas Lebes, Otelmo Drebes, o Diretor da Unidade de Negócios Consulting no Rio Grande do Sul, Roberto Reimann e o CIO da Lebes, Luis Roberto Brocca.

Para garantir o sucesso desse marco, a Lebes contou com mais de 60 colaboradores dedicados exclusivamente ao projeto, que trabalharam por 10 meses com a metodologia SAP Activate, além de parceiros estratégicos para este desafio, como a FH!

Confira a matéria completa sobre a virada SAP na Lebes clicando no botão abaixo.

Página /