abarcelos, Author at FH Brasil

Diretor da FH comenta como as empresas devem se preparar para a LGPD


Postado em 14/06/2019 por abarcelos
image-1

O Portal Brasil Alemanha News, entrevistou o Director of Business Unit FH, Sandro Stanczyk, sobre como as empresas precisam se preparar para a nova legislação de proteção de dados pessoais brasileira, a LGPD.

A Lei Geral de Proteção de Dados (lei n° 13.709/2018) tem por objetivo proteger os dados pessoais dos brasileiros e regulamentar as atividades que os utilizam. A lei entra em vigor em dezembro de 2020 e as empresas já estão em buscas de soluções tecnológicas que possam auxilia-las a ficar em conformidade com as novas regras, uma vez que a tecnologia vem para auxiliar desde a coleta até a gestão de banco de dados, por meio de plataformas digitais.

Quem deverá se adequar?

Stanczyk afirma que independentemente do porte ou segmento, as empresas deverão se adequar à nova lei de proteção de dados e que com o objetivo de oferecer ao mercado uma ferramenta completa na qual as companhias poderão gerenciar as informações de seus clientes nos canais digitais em compliance com a legislação, a FH criou o FH Data Protect by SAP Customer Data Cloud.

“A partir de 2020, as marcas terão que tratar as informações dos usuários com mais cuidado e transparência. Tudo deverá passar pelo consentimento do consumidor, conforme prevê o artigo 7º da LGPD”

Experiência e relacionamento

O diretor também analisa que as empresas precisam oferecer uma experiência única e personalizada aos clientes, a fim de conectá-los com suas marcas e também que devem construir relacionamentos confiáveis baseados no gerenciamento de consentimento, além de criar uma visão unificada do usuário que seja compartilhada por toda a empresa.

“A segurança no relacionamento com a marca é fundamental durante a jornada de compras. Há pesquisas que comprovam que 2/3 dos consumidores não confiam em passar suas informações pessoais às marcas. E como mudar esse cenário? As empresas precisam colocar seus clientes no centro, eles devem ser prioridade. Quando as marcas criam relacionamentos confiáveis com os consumidores, respeitando o consentimento dos mesmos, as taxas de conversões melhoram e, consequentemente, ocorre a fidelização”


Compartilhar!
[ssba]
Postado em Technology News

E-commerce deve crescer 17% em vendas no Dia dos Namorados


Postado em 07/06/2019 por abarcelos
image-1

A data mais apaixonada e uma das mais lucrativas do ano se aproxima e o varejo já tem suas projeções de vendas para mais essa data comercial do ano!

Namorados x Casados: Perfis divergentes.

Segundo dados do Google, 57% dos namorados e 49% dos casados pretende presentear namorados(as) ou companheiros(as) nesta data especial, com um ticket médio de R$377 para o primeiro grupo e R$424 para o segundo.

A pesquisa realizada pela gigante das buscas revela que namorados e casados possuem perfis de compra e comportamento completamente distintos, confira:

dia dos namorados 2019

Presentes diferentes para pombinhos diferentes

Com perfis de compra diferentes os casados e namorados também divergem nas preferências de produtos para presentear seus amados.

dia dos namorados 2019

Os namorados apostam em presentes mais tradicionais para a data como chocolates e flores, fazem suas pesquisas com mais de um mês a 15 dias de antecedência e 35% destes compram há uma semana da data, para não deixar para a última hora.

Já os casados investem mais em peças do setor de moda, pesquisam com uma semana de antecedência e revelam uma grande diferença do grupo anterior, 27% dos casados compra na véspera e 10% deixam para os 48 minutos do segundo tempo e compram no dia dos namorados.

O e-commerce no dia dos namorados

O digital tem presença relevante nessa data e segundo o Google, 30% dos que namoram e 37% dos casados, realizam a compra pela internet. O que eleva o número de downloads de apps de varejo geral em 7% e de apps de varejo de moda.

A previsão da Compre&Confie é que as vendas do Dia dos Namorados representem R$ 2,3 bilhões no e-commerce. A cifra representa aumento nominal de 8% em relação à data no ano anterior e ao todo, devem ser realizados 6 milhões de compras online, um aumento de 17% em relação ao ano anterior.

Quanto ao ticket médio a empresa estima que as compras devem ser de R$ 389,17 – valor 7,5% menor do que o registrado no mesmo período de 2018. O Google, um pouco mais otimista, projeta que as compras serão de R$418,00.

Seu e-commerce é apaixonante?

Sua empresa se preparou para essa data tão simbólica para os casais e tão importante para o mercado?

Seu negócio precisa contar com uma plataforma completa e integrada, que proporcione uma experiência única em todos os pontos de contato, sugira os melhores produtos automaticamente, e possibilite um amplo leque de possibilidades de interação com seu consumidor, gestão de campanhas, tickets de atendimento, integração com redes sociais e muito mais!

Conheça o SAP C/4HANA! A mais poderosa ferramenta de vendas e relacionamento disponível no mercado e que é perfeita para o seu varejo!

A FH possui a maior capacidade instalada do Brasil para projetos omnichannel e é a primeira empresa da América Latina a conquistar todas as certificações SAP C/4HANA!

Converse com a gente, implemente ainda esse ano e tenha um Dia dos Namorados completamente diferente em 2020!

Sua força de vendas precisa funcionar offline!


Postado em 28/05/2019 por abarcelos
image-1

Quem trabalha com vendas ou representação comercial sabe que é parte do dia-a-dia traçar roteiros e planejamentos para atender seus clientes. Mas, surge um grande desafio quando a rota inclui regiões onde o acesso a internet é muito precário ou até inexistente.

Então, como é possível proceder com os pedidos dos clientes, se atualmente a maior parte das vendas são realizadas via sistemas conectados à rede?

Vendendo sem internet

Sua empresa precisa contar com uma ferramenta de automação de vendas offline, ou seja, que suporte a realização de pedidos em situações onde não seja possível se conectar à web.

Dessa forma, toda a força de vendas poderá continuar seu trabalho normalmente, realizando o check-in em visitas, tendo acesso todas as informações dos clientes na palma da mão, bem como como dados, vendas, histórico de pedidos, descontos e benefícios do cliente, atendimentos realizados, controle de faturamentos em aberto, etc.

Aproveitando o acesso à essa visão 360° do cliente é possível, durante o atendimento, ofertar o melhor mix de produtos e oportunidades de acordo com a gestão de estoque do dia e proporcionar a melhor experiência a quem compra!

Reconectado

Assim que o sistema detectar uma conexão confiável de internet, automaticamente, todas as informações que foram inseridas na ferramenta serão sincronizadas ao ERP e refletirão na visão 360° do cliente. Dessa forma, tanto para o vendedor, quanto para o gestor de vendas, a forma de trabalho é transparente e os resultados de vendas mais assertivos, fazendo com que a tomada de decisão seja mais precisa.

Saiba mais!

Clique aqui embaixo e confira todos os benefícios de contar com uma ferramenta de automação de vendas offline! Saiba mais sobre como esse tipo de ferramenta pode revolucionar a forma que os vendedores de campo da sua empresa trabalham em situações onde não contam com conexão de dados!

 

Sua força de vendas precisa funcionar offline!

Bens de consumo: As vantagens de converter para um ERP de alta performance!


Postado em 13/05/2019 por abarcelos
image-1

A indústria 4.0 já é uma realidade, e para embarcar nesse mundo de inovação e acesso a informações em tempo real, é essencial contar com as melhores ferramentas do mercado como um ERP de alta performance!

Os desafios do setor de bens de consumo

Os gestores deste setor enfrentam inúmeros desafios, dentre eles, lidar em tempo real com informações sobre inventários e fluxo de materiais, alinhar as estratégias comerciais com as mega tendências tecnológicas, criar valor em um mundo em que quem está no controle é o consumidor, entre muitos outros.

Para conseguir superar todos esses desafios é preciso contar com ferramentas que possam auxiliar no dia a dia da gestão, facilitar a tomada de decisões, facilitar o planejamento de produção, aumentar a satisfação dos clientes e ter uma visão completa do negócio. Para isso e essencial contar com um ERP de alta performance.

O ERP de alta performance e as vantagens estratégicas para o seu negócio

Com um ERP de última geração e de alta performance você pode alcançar resultados impressionantes, confira alguns exemplos:

#fidelização
Aumente em até 20% a satisfação do cliente, com um sistema que ajuda seus clientes a obter o que querem, quando e onde querem.

#eficiência
Reduza em até 30% os níveis de inventário
, com o planejamento de requisitos de materiais, executado em tempo real, que oferece resultados de planejamento atualizados e completos.

#otimização
O planejamento de produção proporciona visão analítica para um suporte de decisões mais sólido, o que permite maior rapidez na resolução de problemas.

#economia
Reduza em até 15% a perda de receitas devido ao desabastecimento
com um processo que proporciona visibilidade do inventário em tempo real.

#visibilidade
Visão 360 graus
com um sistema que oferece relatórios de análise operacional gerados instantaneamente. Controle online os níveis de estoque de inventário, vendas de produtos, marketing e finanças.

Mas eu já tenho o SAP ECC, preciso converter?

Sim! O SAP S/4HANA possui inúmeras vantagens e como sua empresa já possui o SAP ECC a FH tem uma oferta especial para você!

Simplifique seus processos, tenha agilidade, segurança, foco em resultados e confiabilidade nas informações! Converta para o SAP S/4HANA com quem já ganhou prêmio de melhor projeto no ASUG Impact Awards! A FH oferece pacotes funcionais e adaptáveis a realidade da sua empresa!

 

Conversao S/4HANA - ERP de alta performance

 

Dia das mães 2019: Seu varejo se preparou?


Postado em 06/05/2019 por abarcelos
image-1

 

Já estamos em maio e o varejo já começou a veicular seus comerciais e a realizar promoções online para o Dia das Mães, a segunda data comercial mais importante do ano, que já está chegando! Sua empresa se preparou?

Dias das Mães ou Dia da Casa?

Foi-se o tempo em que os presentes mais cotados para presentear as mães eram batedeiras, panelas e outros presentes para a casa. Segundo pesquisa do Social Miners em parceria com a Mind Miners, as categorias preferidas para compra no Dia das Mães são Moda e Acessórios, Beleza e Saúde e Eletrodomésticos.

Dia das mães 2019: Seu varejo se preparou?

Fonte: Pesquisa de Intenção de Compra – Dia das Mães – Social Miners

O Google apresenta um panorama um tanto diferente em algumas categorias, mas em moda e acessórios e beleza e saúde, confirma a pesquisa acima.

Dia das mães 2019: Seu varejo se preparou?

Intenção de compra e gasto médio

Em 2018, segundo dados do Google e Serasa, as vendas do Dia das Mães tiveram o melhor desempenho em cinco anos, obtendo 5,74% de crescimento nas vendas. Tudo indica que 2019 também vai ser um grande ano para as vendas já que 58% dos entrevistados afirmaram que pretendem fazer compras para a data comemorativa. Confira abaixo a expectativa de gasto médio:

# 23% até R$50;
# 29% entre R$51 e R$100;
# 18% entre R$101 e R$200;
# 8% entre R$201 e R$500;
# 6% entre R$500 e R$999;
# 6% acima de R$1000.

Totalizando um gasto médio de R$286

Faturamento no Dia das Mães

Segundo os dados da Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito) para este ano a instituição prevê uma alta entre 2,0% e 2,5% do volume de vendas em relação ao ano anterior, representando o terceiro ano consecutivo de crescimento.

No ano passado, houve alta de 4,0% das vendas sobre o volume de 2017, que já havia registrado elevação de 1,6% sobre 2016.

Para o SCPC, o ritmo mais tímido de vendas neste ano, na comparação com 2018, deve refletir o elevado desemprego e a piora dos níveis de confiança dos consumidores.

Segundo a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) a data deve movimentar uma cifra próxima de R$ 24,3 bilhões nos segmentos do comércio e serviços.

Já a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) espera um faturamento de R$ 3,3 bilhões no Dia das Mães somente no e-commerce!

Esse montante é 16% superior ao movimentado na mesma data do ano passado. A previsão considera as vendas realizadas no período de 15 de abril até 11 de maio. O número de pedidos realizados pela internet será de 9,81 milhões, com o tíquete médio de R$ 345.

Sua empresa se preparou para o Dia das Mães?

Seu negócio já conta com uma plataforma completa e integrada, que proporcione uma experiência única em todos os pontos de contato, sugira os melhores produtos automaticamente, e possibilite um amplo leque de possibilidades de interação com seu consumidor, gestão de campanhas, tickets de atendimento, integração com redes sociais e muito mais?

Conheça o SAP C/4HANA! A mais poderosa ferramenta de vendas e relacionamento disponível no mercado e que é perfeita para o seu varejo!

A FH possui a maior capacidade instalada do Brasil para projetos omnichannel e é a primeira empresa da América Latina a conquistar todas as certificações SAP C/4HANA!

Converse com a gente e tenha um dia das mães completamente diferente no ano que vem!

Por que a manufatura precisa de um ERP Cloud?


Postado em 15/04/2019 por abarcelos
image-1

Quanto mais a tecnologia evolui, mais os fabricantes industriais procuram novas maneiras para oferecer valor aos seus clientes, unindo máquinas com canais digitais e customizados. Esta competição digital está repleta de desafios que dificultam a entrega de inovações e que grande parte das indústrias já enfrentaram. Dentre tantas barreiras, listamos as 4 principais abaixo:

# Mercado dinâmico, variabilidade da demanda e prazos de entrega ajustados;
# Contar com resultados de negócios mais rápidos com um menor custo operacional;
# Manter a mais alta qualidade a preços competitivos;
# Ambientes de sistemas complexos e caros com múltiplas de instalações distribuídas que dão como resultado um alto TCO.

Na busca de acompanhar o dinamismo do mercado para obter mais competitividade, é interessante conhecer alguns indicadores levantados pela SAP Latam que evidenciam o crescimento das companhias que já aderiram a esta tecnologia, bem como o aumento do faturamento, redução de custos de produção e melhoria dos processos. Vale a pena conferir!

O que o SAP S/4HANA Cloud pode fazer:

Ampliação as oportunidades de vendas em até 15-20%: Incorpora agilidade através de uma plataforma simplificada que permite a troca de dados em tempo real entre vendas, serviço ao cliente e líderes empresariais.

Otimização da cadeia de fornecimento em até 12%: Integra toda a cadeia de fornecimento e obtêm uma redução de até 12% na quantidade de dias do inventário. Isto significa reduzir desabastecimentos e contar com um panorama simplificado que gera economia de custos de logística de 10%.

Redução de custos de aquisições em até 15%: Aumento de produtividade da cadeia de fornecimento em até 15%, além de proporcionar opções de descontos no pagamento antecipado, maximizando a ordem de inventário e o acompanhamento de matérias primas em tempo real.

Aumentar a capacidade de resposta das vendas: Rápida adaptação na produção das vendas sob medida, direcionar os pedidos dos clientes diretamente para a fábrica como ordens de produção, alinhamento de fornecimento e planejamento de vendas.

Aumentar a eficiência da operação em até 60%: Facilidade na gestão das operações de negócio, onde os clientes podem experimentar um serviço excelente e entrega pontual, que permanecerá sem modificações durante a rápida expansão.

Por essas e outras que o SAP S/4HANA implementado pela FH lhe ajudará a conectar a sua empresa com a transformação digital e se destacar no mercado!

 

 

FH e Demarest promovem evento sobre a LGPD


Postado em 11/04/2019 por abarcelos
image-1

 

Ontem, 10/04, em São Paulo, a FH em parceria com o Demarest Advogados, promoveu um evento sobre a LGPD, a Lei Geral de Proteção de Dados.

Mais de 80 participantes puderam conhecer mais sobre os principais aspectos da legislação, como as exigências, prazos, punições e muito mais, além de tirarem duvidas com a Dra. Tatiana Campello, sócia do Demarest na área de Privacidade de Dados e Cibersegurança.

FH e Demarest promovem evento sobre a LGPD

A Dra. Tatiana Campello, explicou os principais pontos da LGPD.

A FH estava presente com o Director of Business Unit – Technology, Sandro Stanczyk, que apresentou a nova oferta da FH para o mercado, o FH Data Protect, que surge para auxiliar as empresas na adequação de seus processos de obtenção e tratamento de dados pessoais, para que possam oferecer transparência e controle aos seus clientes, ao mesmo tempo em que ficam em compliance com a LGPD!

FH e Demarest promovem evento sobre a LGPD

Sandro Stanczyk explicou o que as empresas precisam fazer para ficarem em compliance com a lei.

A FH e o Demarest saíram na frente para oferecer tudo o que a sua empresa precisa para cumprir as exigências da lei e estar preparada para quando a legislação entrar em vigor, o que ocorrerá em agosto de 2020. Saiba mais sobre a LGPD acessando o material especial que a FH preparou para você!

 

FH e Demarest promovem evento sobre a LGPD

Sua empresa tem tudo a ver com a LGPD! Sabia disso?


Postado em 11/04/2019 por abarcelos
image-1

 

Você é empresário ou trabalha em uma empresa? A Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD) tem tudo a ver com você!

O que é a LGPD?

A aprovação da Lei Geral de Proteção de Dados, de forma bastante resumida, obriga todas as empresas, independentemente de porte ou segmento,  a adequarem seus processos de obtenção e tratamento de dados para que fiquem em conformidade com a nova lei.

Para ler a Lei na íntegra, clique aqui!

A publicação da LGPD é um importante marco para o mercado brasileiro no que diz respeito ao tratamento de dados pessoais, pois estabelece os princípios, direitos e deveres que deverão ser observados, daqui para frente, no tratamento destas informações.

Quem deve cumprir essa lei?

A lei protege os dados de pessoas naturais e deve ser cumprida por pessoa natural e entidades públicas ou privadas, independentemente do país de sua sede ou de onde os dados estejam localizados, que realizem qualquer operação de tratamento de dados pessoais, tais como a coleta, armazenamento e compartilhamento de dados com terceiros, desde que esse tratamento seja realizado no território nacional, tenha por objeto a oferta, o fornecimento de bens ou serviços, o tratamento de dados de indivíduos localizados no território nacional, ou, ainda, quando os dados pessoais tiverem sido coletados em território nacional.

Quem vai fiscalizar o cumprimento da LGDP?

A aplicação da lei será regulada pela Autoridade Nacional de Proteção de Dados Pessoais (ANPD), que terá a missão de fiscalizar, regulamentar e definir os critérios para o tratamento de dados pessoais.

Se você ainda está em dúvida se a lei se aplica a sua empresa, saiba que ela abrange a coleta e/ou utilização de qualquer tipo de dados de clientes, colaboradores, fornecedores e assim por diante; é preciso ter em mente que esta lei se aplica à sua empresa também!

O prazo parece longo, preciso me preocupar com isso agora?

O prazo para adequação das empresas à Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais é agosto de 2020, 24 meses após a sua publicação.  Pode parecer que ainda há muito tempo, certo? Mas lembre-se que as empresas terão de adequar todos os processos e operações realizadas com dados pessoais, como a coleta, produção, recepção, classificação, utilização, acesso, reprodução, transmissão, distribuição, processamento, arquivamento, armazenamento, eliminação, avaliação ou controle da informação, modificação, comunicação, transferência, difusão ou extração de dados! É bastante coisa, por isso, comece a se preparar o quanto antes e use isso como vantagem!

#Conheça mais detalhes sobre a LGDP no material especial que preparamos para você.

E se a minha empresa não cumprir a LGDP?

Nós, enfaticamente, incentivamos que a sua empresa se adeque às exigências da lei pois as punições que a legislação aplica não são nada brandas: multa simples ou diária de até de até 2% do faturamento da empresa infratora, seu grupo ou conglomerado no Brasil, no seu último exercício, limitada, no total, a R$ 50.000.000,00 por infração, além de poder obrigar que se torne pública a infração após esta ser devidamente apurada e confirmada, determinar o bloqueio dos dados pessoais afetados até a sua regularização e/ou a eliminação destes dados. Melhor não correr o risco, não é mesmo?!

 

m-commerce dobra em dois anos e representa 1/3 das compras online


Postado em 03/04/2019 por abarcelos
image-1

A Ebit|Nielsen divulgou recentemente o estudo Webshoppers, que traz dados sobre o desempenho do e-commerce brasileiro em 2018 e trouxe uma panorama sobre o m-commerce no país.

Alguns dados surpreendem, como a representatividade do m-commerce – compras realizadas via dispositivos móveis – nos resultados do comércio eletrônico no ano passado: mais de 1/3 do total de pedidos foram realizados via dispositivos móveis e o canal obteve um crescimento de 41% nos pedidos.

Em média, 35% dos pedidos (40,3 milhões) e 31,3% do faturamento do setor (R$16,7 bilhões) foram provenientes do m-commerce.

O papel do m-commerce no crescimento do comércio eletrônico

O comércio mobile foi um dos principais responsáveis pelo crescimento de 12% registrado pelo e-commerce no ano passado, quando o setor faturou R$53,2 bilhões, com 123 milhões de pedidos, 11% a mais do que no ano anterior. O tíquete médio de compras foi de R$434, ligeira alta de 1%, conforme o balanço divulgado em fevereiro pela Ebit|Nielsen.

Neste ano a expectativa é de expansão de 15%, com vendas totais de R$61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, chegando a 137 milhões, e o tíquete médio em torno de R$447, aumento de 3%.

O estudo destaca que para quem trabalha com e-commerce, pensar “mobile first” é essencial, pois os mobiles concentram oportunidades para negócios de todos os portes e que especificamente os smartphones, principalmente pela democratização desse device, tem possibilitado a entrada de muitos consumidores neste mercado.

m-commerce inicia 2019 com ainda mais relevância

As vendas via dispositivos móveis representam 42,8% de todos os pedidos do e-commerce brasileiro em janeiro deste ano.

 

crescimento m-commerce
Em apenas 2 anos o m-commerce dobrou seu crescimento e trouxe uma gama de novos consumidores para o mercado. Fonte: Nielsen

 

Categorias que alavancaram o m-commerce em 2018

As categorias responsáveis pela expressiva alta de pedidos no m-commerce são Perfumaria, Cosméticos & Saúde (com 51% de crescimento), Informática (27%), Alimentos & Bebidas (23%), além de Moda & Acessórios (+6%), Esporte & Lazer (+10%) e Casa & Decoração (+16%). Uma particularidade da compra via dispositivos móveis é que os produtos escolhidos possuem um ticket médio de menor valor se comparado a compras via desktop.

 

crescimento m-commerce
Perfumaria e Cosméticos foi a categoria impulsionadora do e-commerce e do m-commerce em geral. Fonte: Nielsen

O seu e-commerce precisa oferecer uma experiência completa e integrada no mobile

Até agora você pode perceber que o comércio eletrônico via dispositivos móveis está cada vez mais em alta e sem previsão de redução no crescimento!

A sua plataforma de e-commerce oferece tudo o que a sua empresa precisa para proporcionar a melhor experiência integrada ao seu consumidor e assim conseguir acompanhar o mercado nessa previsão de 15% de crescimento para o ano?

A FH possui a maior capacidade instalada do Brasil para projetos de digital commerce e possui todas as certificações para SAP C/4HANA.

Vamos conversar? Nossa equipe de especialistas aguarda o seu contato no contato@fh.com.br!

Prepare-se para as mudanças que a NT 2018.005 traz para a NF-e 4.0!


Postado em 28/03/2019 por abarcelos
image-1

 

A NT 2018.005 foi divulgada no dia 02 de janeiro pela Secretaria de Fazenda (SEFAZ) e trouxe algumas alterações de leiaute tanto para a NF-e quanto para a NFC-e.

Quais são as alterações que a NT 2018.005 faz na NF-e?

A Nota Técnica traz novos campos, alguns de preenchimento opcional, novas rejeições, alterações na especificação do DANFE e mudanças nos retornos enviados pela SEFAZ.

Responsável Técnico

Entre as mudanças trazidas pela NT 2018.005 está a criação do conceito de Responsável Técnico e do Código de Segurança do Responsável Técnico – CSRT. É considerado responsável a empresa desenvolvedora ou a empresa responsável tecnicamente pelo sistema de emissão de NF-e/NFC-e utilizado pelo contribuinte emitente.

Essa informação vai ser utilizada pelas Administrações Tributárias, para a identificação de uso indevido do ambiente de autorização, tornando possível o contato eventual das SEFAZ com os responsáveis técnicos.

Mensagem de Interesse da SEFAZ

A Nota Técnica traz também alterações nos campos do Protocolo de Resposta da SEFAZ para a inclusão de informações da Secretaria de Fazenda.

Este novo grupo de informações é opcional, mas presume-se que será adotado por alguns estados para envios de mensagem relativa a uma determinada operação. Em uma futura definição a mensagem poderá ser de interesse do Emitente, ou do Emitente e do Comprador (em caso de venda para consumidor final).

Protocolo de Autorização na Rejeição por Duplicidade

Por uma demanda das empresas, a NT 2018.005 altera o grupo de informações do Protocolo de Resposta da SEFAZ, no caso da rejeição por duplicidade do documento fiscal eletrônico.

Rejeição 204 – Duplicidade de NF-e [nRec:999999999999999]

Neste caso, a critério do estado, poderá ser retornado o protocolo de autorização gerado anteriormente para o documento fiscal facilitando o sistema da empresa na obtenção desta informação.

Local de Entrega e Retirada

Foram criados os campos para inclusão de informações complementares dos locais de Entrega e Retirada. Entre eles:

#Razão Social ou Nome do Expedidor/Recebedor
#CEP
#País
#Telefone
#E-mail do Expedidor/Recebedor
#Inscrição estadual do Estabelecimento Expedidor/Recebedor

Motivo de Isenção da ANVISA

Já na versão 4.0 da Nota Fiscal Eletrônica foram feitas melhorias nas informações de medicamentos e matérias-primas farmacêuticas, permitindo ao contribuinte preencher o Código de Produto da ANVISA com o número que isenta o produto em casos em que este não necessite de registro na Agência.

A NT 2018.005 melhora este campo ao permitir que o preenchimento seja realizado com uma tag específica. Se o produto não possuir registro, o campo “código de produto” deve ser preenchido com a palavra “isento“.

O número da Resolução da Diretoria Colegiada da ANVISA ou outra norma que isente o produto, deve ser preenchido no novo campo: Motivo da isenção da ANVISA.

Grupo de Repasse do ICMS ST

A NT 2018.005 trouxe novos campos para informações relativas ao Fundo de Combate a Pobreza, retido anteriormente em operações interestaduais com repasses através do Substituto Tributário (ICMSST), são eles:

#Valor da Base de Cálculo do FCP retido anteriormente;
#Percentual do FCP retido anteriormente por Substituição Tributária;
#Valor do FCP retido por Substituição Tributária.

Este grupo aceita as seguintes tributações:

41 = Não Tributado
60 = Cobrado anteriormente por substituição tributária

Quadro Transportador no DANFE

A NT trouxe uma mudança no leiaute do Documento Auxiliar de Nota Fiscal Eletrônica – DANFE, no quadro Transportador.

A Identificação da Modalidade do Frete passa a ser preenchida com um dos códigos

0=Contratação do Frete por conta do Remetente (CIF);
1=Contratação do Frete por conta do Destinatário (FOB);
2=Contratação do Frete por conta de Terceiros;
3=Transporte Próprio por conta do Remetente;
4=Transporte Próprio por conta do Destinatário;
9=Sem Ocorrência de Transporte.

Novos Códigos de Rejeição

Com a modificação do leiaute e a criação e modificação de alguns campos, novas regras de validação foram adicionadas. Conheça as novas rejeições:

#Rejeição 970: Código de País inexistente [local de retirada/entrega]
#Rejeição 971: IE inválida [local de retirada/entrega]
#Rejeição 972: Obrigatória as informações do responsável técnico
#Rejeição 973: CNPJ do responsável técnico inválido
#Rejeição 974: CNPJ do responsável técnico diverge do cadastrado
#Rejeição 975: Obrigatória a informação do identificador do CSRT e do Hash do CSRT
#Rejeição 976: Identificador do CSRT não cadastrado na SEFAZ
#Rejeição 977: Identificador do CSRT revogado
#Rejeição 978: Hash do CSRT diverge do calculado

Como implementar todas essas mudanças no prazo?

Realmente são muitas mudanças, não é mesmo? Algumas delas trazem impactos significativos para certas áreas de negócios. Além de tudo, um ponto a ser destacado é o curto prazo disponibilizado para a implementação, que se encerra no início de maio, mais precisamente no dia 07/05. Pode não parecer, mas já está bem próximo!

Mas não se preocupe, a FH já está totalmente preparada para implementar todas as exigências da NT 2018.005 na sua empresa com toda a expertise e dinamismo já reconhecidos pelo mercado. Clique no banner abaixo, preencha um rápido cadastro e a nossa equipe de especialistas entrará em contato com você para entender quais são as necessidades do seu negócio! Conte com a nossa parceria e vamos fazer dessa atualização da NF-e 4.0 mais um #sucesso!

 

Página /