Tecnologia e gestão: 4 tendências para a transformação fiscal | FH Brasil

Tecnologia e gestão: 4 tendências para a transformação fiscal


Postado em 30/07/2019 por asilveira
image-1

Considerada a chave em segurança da informação da próxima geração, investimentos em softwares, hardware e serviços, devem atingir US$ 671 milhões em 2019. Estudos ainda mostram que a procura por serviços Big Data e Analytics devem aumentar e chegar a US$ 4,2 bilhões em investimentos.

Mas, o que essa informação tem em comum com a área fiscal?

A tecnologia já se faz presente no dia a dia de milhões de pessoas, na área fiscal não é diferente. Ela tem potencial para absorver de forma positiva a demanda de qualquer empresa, podendo contribuir com a redução de custos e melhora na produtividade, fatores essenciais para enfrentar um mercado cada vez mais competitivo.

Além disso, investimentos tecnológicos na área tributária, como por exemplo o uso de softwares fiscais, proporcionam maior transparência entre as operações, já que elas ocorrem em tempo real e abertas publicamente.

Com base na pesquisa realizada pela ABES, em parceria com o IDC, sobre o Mercado Brasileiro de Software – Panorama e Tendências”, relacionamos o uso da tecnologia ao cenário fiscal e 4 razões para você investir em uma solução fiscal no seu negócio.

4 razões para investir em uma solução fiscal inteligente

1. Segurança da informação: soluções inteligentes e serviços gerenciados

Investimentos em soluções inteligentes devem atingir US$ 671 milhões neste ano, crescendo 2,5x mais rápido que as soluções tradicionais. Na esfera fiscal, esse tipo de solução automatiza grande parte dos processos, minimizando a incidência de erros e proporcionando maior controle na gestão de documentos, o que contribui para o fortalecimento do compliance fiscal.

2. Inteligência Artificial (IA)

No Brasil, 15,3% das médias e grandes empresas utilizam IA e espera-se que isto dobre nos próximos 4 anos. No mundo fiscal, o principal benefício do uso desta tecnologia é o de mitigar riscos para evitar o pagamento de multas, gerando assim mais economia e melhor aproveitamento do capital da empresa.

3. Big Data/Analytics: gestão dos dados

Este mercado deve avançar e chegar à marca de US$ 4,2 bilhões em investimentos. Isso porque a análise de dados possibilita o aprimoramento do planejamento estratégico da empresa. O uso dessas informações na área tributária é de grande valia para que se possa repensar processos, eliminar riscos, reduzir custos e gerar insights para melhorar resultados.

4. Cloud Pública

A procura por serviços em “nuvem” deve aumentar e chegar a US$ 2,3 bilhões em 2019, crescendo 35,5% a cada ano, até atingir US$ 5,8 bilhões até 2022. O conceito cloud na área fiscal parece não fazer muito sentido de início, mas, já parou para pensar se você pudesse ter uma solução em nuvem que é atualizada automaticamente a cada nova exigência do fisco?

Pois é, soluções fiscais comercializadas como serviço de armazenamento em nuvem oferecem maior agilidade frente a necessidade de manutenção de hardware e aplicação.

 

A experiência de mercado, aliada à visão de negócios da FH, já disponibiliza às empresas de todo o país uma solução completa, que engloba todas as tendências apresentadas no texto e se adapta ao fisco e ao porte de qualquer empresa, a fim de modernizar práticas tributárias.

Alimentada por dados, impulsionada por pessoas, a FH está revolucionando a dimensão fiscal digital com softwares que vão além das entregas.


Postado em Fiscal News

Comentários!