FH Brasil | Diretor da FH comenta como as empresas devem se preparar para a LGPD

Diretor da FH comenta como as empresas devem se preparar para a LGPD


Postado em 14/06/2019 por abarcelos
image-1

O Portal Brasil Alemanha News, entrevistou o Director of Business Unit FH, Sandro Stanczyk, sobre como as empresas precisam se preparar para a nova legislação de proteção de dados pessoais brasileira, a LGPD.

A Lei Geral de Proteção de Dados (lei n° 13.709/2018) tem por objetivo proteger os dados pessoais dos brasileiros e regulamentar as atividades que os utilizam. A lei entra em vigor em dezembro de 2020 e as empresas já estão em buscas de soluções tecnológicas que possam auxilia-las a ficar em conformidade com as novas regras, uma vez que a tecnologia vem para auxiliar desde a coleta até a gestão de banco de dados, por meio de plataformas digitais.

Quem deverá se adequar?

Stanczyk afirma que independentemente do porte ou segmento, as empresas deverão se adequar à nova lei de proteção de dados e que com o objetivo de oferecer ao mercado uma ferramenta completa na qual as companhias poderão gerenciar as informações de seus clientes nos canais digitais em compliance com a legislação, a FH criou o FH Data Protect by SAP Customer Data Cloud.

“A partir de 2020, as marcas terão que tratar as informações dos usuários com mais cuidado e transparência. Tudo deverá passar pelo consentimento do consumidor, conforme prevê o artigo 7º da LGPD”

Experiência e relacionamento

O diretor também analisa que as empresas precisam oferecer uma experiência única e personalizada aos clientes, a fim de conectá-los com suas marcas e também que devem construir relacionamentos confiáveis baseados no gerenciamento de consentimento, além de criar uma visão unificada do usuário que seja compartilhada por toda a empresa.

“A segurança no relacionamento com a marca é fundamental durante a jornada de compras. Há pesquisas que comprovam que 2/3 dos consumidores não confiam em passar suas informações pessoais às marcas. E como mudar esse cenário? As empresas precisam colocar seus clientes no centro, eles devem ser prioridade. Quando as marcas criam relacionamentos confiáveis com os consumidores, respeitando o consentimento dos mesmos, as taxas de conversões melhoram e, consequentemente, ocorre a fidelização”


Postado em Technology News

Comentários!