FH Brasil - Inovação no Ambiente Cooperativo

Inovação no Ambiente Cooperativo


Postado em 25/06/2018 por abarcelos
image-1

 

O cooperativismo paranaense já não é o mesmo de 10 anos atrás. Muita coisa mudou. No ramo agropecuário, investiu-se em modernização da infraestrutura e adotou-se uma estratégia de agregação de valor à matéria recebida dos cooperados. Atualmente, os produtos de cooperativas chegam à mesa de consumidores no Brasil inteiro e em mais de 100 países. No crédito, as cooperativas posicionam-se entre as maiores instituições financeiras do país. Na saúde, no transporte, na educação, enfim, em todos ramos de atuação do cooperativismo, o cenário hoje é outro.

Temos um cooperativismo mais desenvolvido e com potencial para ir além. Isso é positivo, sem dúvida. Mas também é desafiador. Afinal, administrar uma cooperativa que recebe, armazena e vende grãos in natura é uma coisa. Mas administrar um empreendimento que recebe, industrializa, diversifica e distribui um portfólio considerável de produtos para o mercado interno e externo é uma situação muito diferente. A gestão de uma cooperativa tornou-se muito mais complexa, pois envolve gerenciamento de marca, adoção de novas tecnologias, ampliação de estruturas, logística de distribuição, busca por novos mercados, adequação conforme os hábitos do consumidor, apenas para citar alguns exemplos.

Vivemos um momento de transformações rápidas, em que o avanço tecnológico dita o rumo e também o ritmo dos acontecimentos. Essa complexidade é o que torna necessário buscar a inovação, em todos os aspectos, inclusive no que se refere à gestão. A inovação é a palavra do momento. Mas essa proposta, tão presente no ambiente corporativo moderno, não é uma onda, ou algo que hoje domina os discursos de gurus da área de negócios do mundo inteiro. A inovação é uma necessidade para empresas e cooperativas de todos os portes e ramos.

O Programa de Inovação para o Cooperativismo Paranaense lançado recentemente pelo Sistema Ocepar é focado nisso, ou seja, foi construído para fomentar a discussão em torno da importância desse tema no âmbito das cooperativas. A ideia é apresentar o conceito de inovação como um processo, que pode ser implantado e gerenciado com o uso de ferramentas adequadas.

A expectativa em torno desse programa é bastante positiva. Prova disso foi a expressiva presença de cooperativas no lançamento do programa, em abril último, no auditório do Sistema Ocepar. Isto sinaliza aceitação. E o índice de adesão que veio após seu lançamento mostra que as cooperativas estão dispostas a inovar. E queremos contribuir para isso, fazendo com que as cooperativas do Paraná tenham acesso a tecnologias de diagnóstico de competências e metodologias de implantação da inovação no ambiente cooperativo.

José Roberto Ricken, presidente do Sistema Ocepar


Compartilhar!

Seja o primeiro a comentar!

Deixe um comentário!
Assinar Newsletter