Publicada versão 2.4.1 da EFD ICMS IPI


Postado em 29 de novembro de 2017 por FH
image-1

Está disponível a versão 2.4.1 do PVA da EFD ICMS IPI, que substitui a versão 2.4.0 (leiaute 12).

Alteração:

– Correção na regra de validação do Campo DT_DOC do Registro C800, para documentos cancelados.

 

*A versão 2.3.5 (leiaute 11) continuará ativa até 04/12/2017.

Fonte: SPED

Guias Estaduais: GNRE para todos os gostos e UFs


Postado em 10 de novembro de 2017 por FH
image-1

A geração do arquivo XML lote pode ser automatizada, o que garante a segurança na geração e transmissão da GNRE para posterior recolhimento, por meio de uma Solução Fiscal flexível.

A GNRE é a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais. É através deste documento que é realizado o recolhimento, aos cofres do Estado, do imposto decorrente das operações interestaduais de vendas de produtos sujeitos à substituição tributária, realizadas pelos contribuintes de ICMS – Imposto sobre operações relativas à Circulação de Mercadorias e prestação de Serviços de transporte interestadual e intermunicipal e de comunicação.

A GNRE é um documento de uso habitual dos contribuintes, uma vez que a figura da “ST” – Substituição Tributária foi amplamente inserida nas operações relativas à circulação de mercadorias e prestação de serviços englobados nesse regime fiscal.

A Substituição Tributária é um regime que atribui a outro contribuinte a responsabilidade pelo recolhimento do ICMS, sendo que esta obrigação criou as seguintes modalidades de contribuintes:

  1. Contribuinte Substituto: é aquele eleito para efetuar a retenção do imposto antecipadamente e posteriormente cobrar do cliente, sendo este somado ao valor final dos produtos;
  2. Contribuinte Substituído: é aquele que receberá a mercadoria já com o ICMS retido na fonte pelo contribuinte substituto.

As normas para a retenção do imposto dependem de cada Unidade Federativa, sendo que os Estados de origem e destino envolvidos na operação ou prestação devem ter acordo firmado pelo Confaz – Conselho Nacional de Política Fazendária.

É aí que entra este instrumento “GNRE”, para que o contribuinte substituto faça o recolhimento da Guia assim que operar com mercadorias sujeitas ao regime de substituição tributária. O contribuinte substituto observará as normas da legislação da Unidade da Federação de destino da mercadoria para cálculo e recolhimento do ICMS Substituição Tributária.

Assim como existem diversas normas que regem esta matéria, também podem ser utilizados diferentes tipos de Guias com vários códigos de receita para recolhimento. Cada UF possui códigos específicos para os muitos tipos de operações em que se enquadram os seus contribuintes.

Para tanto, há o Portal GNRE Online que pode ser acessado através do site http://www.gnre.pe.gov.br/gnre/portal/GNRE_Principal.jsp.

Este portal é gerenciado pela Secretaria da Fazenda do Estado de Pernambuco – SEFAZ PE.

A maioria dos Estados brasileiros participam do Portal GNRE Online, com exceção do Espírito Santo, Rio de Janeiro e São Paulo que possuem layout próprio para a geração das Guias.

Para as Guias que serão geradas pelo Portal existem 04 (quatro) opções, a saber:

  • Processar uma Guia individualmente;
  • Processar lote gerado e armazenado no próprio portal;
  • Processar lote gerado no sistema do próprio contribuinte, conforme manual para preenchimento do XML de lote;
  • Processar por meio de comunicação webservice, entre o Sistema Fiscal do contribuinte e o portal GNRE Online.

A geração do arquivo XML lote pode ser automatizada, o que garante a segurança na geração e transmissão da GNRE para posterior recolhimento ao Fisco. Esta integração pode ser feita por meio de uma Solução Fiscal flexível, a qual proporciona um vínculo no sistema ERP dos respectivos documentos fiscais utilizados para cada Guia e oferece relatórios de apoio aos usuários.

Este controle automatizado das informações e operações dos contribuintes de ICMS, impactará diretamente na geração de obrigações acessórias estaduais mais confiáveis, como exemplo, o Sped Fiscal – EFD ICMS-IPI.

Com esta integração o processo fica mais rápido, seguro e sem retrabalhos, desta forma, elimina dos contribuintes os desperdícios de tempo e também financeiros, com a redução no pagamento de juros e multas ao Fisco.

Outro ponto relevante a destacar é que, neste processo de GNRE, pode-se fazer um lote com todos os documentos abrangidos pela operação fiscal e que devem ser marcados para geração do arquivo XML. Com uma Solução Fiscal apta a automatizar a GNRE Lote, haverá um ganho considerável na agilidade dos processos internos das empresas.

Por isso, o melhor caminho é sempre que possível automatizar processos. É fazer implantar e deixar a Solução Fiscal apta a trabalhar pelo bem da empresa, a serviço dos usuários, para que estes profissionais consigam dispor de mais tempo para aprimorar seus conhecimentos, ainda mais em se tratando de ICMS, uma matéria tão complexa e com tantas variáveis de acordo com o tipo de produto e do Estado em que se opera.

Logo, isso fará com que a organização empresarial otimize seus recursos internos, eleve suas entregas a um nível maior de excelência, sem medo ou receio do Governo.

Em um tempo de contensão de gastos por parte dos contribuintes brasileiros, melhorar processos é sempre um investimento que vale a pena e que sempre estará na pauta do dia das reuniões fiscais.

Por fim, tem-se a certeza de que a organização empresarial terá um caminho mais tranquilo de fato, o mais seguro, que é cumprir a legislação com correção e informações confiáveis, baseados em uma Solução Fiscal robusta e sólida, cumprindo todas as obrigações impostas nessa relação com o Fisco brasileiro.

Johney Laudelino da Silva – Cientista Contábil, MBA em Gerência Contábil pelo IBPEX é Business Expert Especialista na Solução Contábil/Fiscal e de Gestão Tributária GUEPARDO da empresa FH em Curitiba-Pr desde Julho 2013.

Colaboração de Osmair Ribeiro, consultor SAP da Solução Contábil/Fiscal e de Gestão Tributária GUEPARDO da empresa FH.

Fontes:

Portal Administradores

Revista Ações Legais

Hoje.News

Portal Contábeis

Portal Dedução

Portal Contábil SC

SPED News

Monitor Digital

Entrevista Rádio Justiça – Guias Estaduais: GNRE Para todos os gostos e UFs


Postado em 9 de novembro de 2017 por FH
image-1

O Consultor Johney Laudelino da Silva, Contador e Especialista em Gestão Tributária e integrante do time de Research & Development da Solução Fiscal GUEPARDO da FH concedeu entrevista à Rádio Justiça sobre a Guia Nacional de Recolhimento de Tributos Estaduais – GNRE.

” A GNRE é um documento de uso habitual dos contribuintes, uma vez que a figura da Substituição Tributária foi amplamente inserida nas operações relativas ao ICMS, conforme as legislações estaduais de cada UF.[…] através de uma guia que o contribuinte pode emitir pelo Portal GNRE que é gerenciado pela SEFAZ de Pernambuco. […] Conforme as regras do COMFAZ – Conselho Nacional de Política Fazendária, todos os contribuintes que estão envolvidos em operações de origem-destino são obrigados a fazer esse recolhimento…”

Ouça abaixo!

 

LafargeHolcim dispara na frente e atualiza a Solução Fiscal GUEPARDO com o time de R&D da FH.


Postado em 26 de outubro de 2017 por FH
image-1

A LafargeHolcim é a principal empresa mundial de materiais e soluções para construção. Seus produtos atendem projetos que vão desde habitações com infraestruturas menores, até construções arquitetonicamente desafiadoras.

Dentre tantos desafios, a companhia se destaca pelo nível de detalhamento nas leis que regem suas atividades e, qualquer equívoco, pode resultar severas penalidades que afetam tanto a empresa, quanto aos envolvidos no segmento. Não é de hoje que a legislação brasileira é vista como uma das mais complexas do mundo.

Por isso, quando a LafargeHolcim definiu que era hora de atualizar a Solução Fiscal GUEPARDO, decidiu, inicialmente, que a atualização seria realizada pela equipe interna.

No entanto, apesar dos seus especialistas conhecerem ferramentas SAP, precisariam de uma familiaridade maior para lidar com o GUEPARDO e aplicar as respectivas notas técnicas, por isso a empresa optou por seguir com a atualização realizada internamente, porém com o suporte remoto e proativo do time de R&D da FH.

Com o ganho de produtividade oportunizado pela rápida atualização, a companhia pode dedicar-se a sua atividade fim e fazer com que a superação das diretrizes do Fisco se transforme em uma ação rotineira.

Conheça os principais benefícios operacionais desta atualização da Solução Fiscal GUEPARDO:

  • Compliance contábil fiscal que reflete em benefícios 360º na organização;
  • Foco nas atividades fim e que geram valor ao negócio;
  • Governança nas aplicações;
  • Atualizações que duravam 3 semanas passam a durar horas;
  • Parceria e comprometimento na resolução de chamados técnicos, com apoio assertivo;
  • Compartilhamento de conhecimento técnico e tributário;
  • Melhoria nos processos;
  • Processos complexos são resolvidos com planejamento e excelência;
  • Atividades manuais passíveis a erros foram reduzidas;
  • Possibilidade de ver e analisar resultados.

Clique aqui e conheça o case completo!

Serviço de Atualização GUEPARDO


Postado em 25 de outubro de 2017 por FH

Não é de hoje que a legislação brasileira é vista como uma das maiores e mais complexas do mundo.  E acompanhar este nível de complexidade exige um time altamente especializado e multifuncional.

 

Até porque, não basta entregar arquivos a Receita Federal. As informações devem estar devidamente apuradas e em compliance.

 

Seguir as diretrizes do Fisco demanda tempo, esforço e dedicação de profissionais especializados. De acordo com o IBPT – Instituto Brasileiro de Planejamento e Tributação, todos os dias são criadas em média 46 leis tributárias. Gilberto Luiz do Amaral, presidente do Conselho Superior e coordenador de estudos do IBPT, afirma que “se esse volume de leis fosse impresso em papel formato A4 e letra tipo Arial 12, corresponderia a 5,8 quilômetros de normas”.

 

É importante ressaltar que cada empresa possui sua particularidade que, consequentemente, vem acompanhada de tributações. Por isso, o GUEPARDO desenvolve um cenário específico de acordo com a necessidade do usuário.

Em uma plataforma que une as melhores práticas tecnológicas SAP com a expertise tributária, a FH oferece um serviço de atualização que otimiza as rotinas contábeis fiscais e está dividido nas seguintes etapas:

 

1- Validação das obrigações principais.

2- Geração das evidências.

3- Importação de requests.

4- Validação de ambiente DEV.

5- Inclusão de request externa em request local.

6- Apoio e transporte ao QAS.

7- Validação do ambiente QAS.

8- Re-execução de obrigações principais.

9- Liberação de testes do cliente.

 

E as vantagens são evidentes!

 

  • Atualizações menores são melhores administradas;
  • As rápidas liberações refletem em melhorias constantes;
  • Novas funcionalidades podem ser implementadas com mais velocidade;
  • O atendimento aos requerimentos legais são feitos em tempo real;
  • Como é realizado pelo time desenvolvedor, a atualização é feita de forma mais ágil;
  • As inspeções e ajustes são feitos de forma ativa e não reativa;
  • E são os testes são evidenciados antes e depois da atualização.

Manter o GUEPARDO atualizado é sinônimo de eficiência operacional, com segurança e agilidade nas apurações.

 

FH é escolhida para implementar SAP S/4HANA e a Solução Fiscal GUEPARDO na Belagrícola


Postado em 29 de agosto de 2017 por FH
image-1

Certificada pelo selo SAP Recognized Expertise e reconhecida pela própria SAP como a melhor parceira na categoria SAP S/4HANA, a implementadora também é referência quando o assunto é solução fiscal

Simplificação dos processos, eficiência, segurança e confiabilidade nas informações – esses são alguns dos diferenciais do SAP S/4HANA, solução que será implementada pela FH, empresa de tecnologia especializada em processos de negócios e software, na Belagrícola, companhia localizada em Londrina, no norte do Paraná, que atua na cadeia de recebimento, beneficiamento e comercialização de grãos e insumos.

O contrato de implementação do SAP S/4HANA na Belagrícola é uma importante conquista para a FH, parceira SAP desde 2007, que vem investindo no atendimento a empresas de agronegócio. O Projeto Everest, que teve início em agosto deste ano, deve se estender por doze meses, envolvendo até 150 pessoas, entre profissionais da FH e Belagrícola.

Para o CEO da Belagrícola, Flavio Andreo, há alguns anos a companhia vem investindo em melhorias nos processos internos e na governança. “Nesse processo de expansão da empresa, a plataforma SAP S/4HANA contribui para melhorar a eficiência e produtividade. Além disso, uma base de dados estruturada nos traz análises mais precisas e segurança na operação, possibilitando o controle total do negócio”, relata.

Andreo completa que a tecnologia exerce um papel fundamental para o negócio, que vem crescendo muito rápido e pretende dobrar o faturamento em um curto prazo, se tornando ainda mais competitivo.

Sobre as funcionalidades do SAP S/4HANA, Ricardo Fachin, Diretor Corporativo da FH, completa que a solução além de simplificar os processos, unifica todas as informações no mesmo banco de dados. “É uma ferramenta que oferece informações analíticas, ou seja, gera relatórios precisos para que as empresas possam tomar decisões mais assertivas. Tudo isso se reverte em melhor performance e eficiência, quesitos almejados por toda empresa, independente do segmento”, explica.

Ainda de acordo com Fachin, o agronegócio é uma área com potencial de crescimento e, por meio de soluções tecnológicas, como o SAP S/4HANA, a Belagrícola terá ganhos em produtividade, alcançando processos padronizados. “Decisões inteligentes precisam ser baseadas em informações precisas”, pontua.

A soma de conhecimento técnico, capacidade de entrega e o fato de ser a primeira parceira SAP a obter o selo Recognized Expertise in SAP S/4HANA são alguns dos diferenciais da FH. O COO da Belagrícola, Alberto Araújo, conta que para a escolha da empresa implementadora foi feita uma seleção junto a SAP e dentre mais de cinco parceiros a FH foi a selecionada. “Maior abrangência, demonstração de conhecimento técnico, empatia na parceria, experiência de mercado junto a um time sênior foram fatores decisivos durante a escolha”, reforça.

Segundo Araújo, nessa fase de expansão, a Belagrícola busca um fluxo de processos únicos, por meio de uma solução uniforme, que permite integração com outras plataformas globais. “Teremos eficiência aliada à transparência, ou seja, maior segurança na operação, o que é fundamental nesta fase da companhia”, expõe.

GUEPARDO potencializa a entrega das obrigações fiscais

A área fiscal – preocupação de toda empresa, pelo fato do Brasil ser um dos países mais complexos na área tributária – também será padronizada e otimizada por meio da implementação do GUEPARDO, solução fiscal da FH, que potencializa a entrega das obrigações fiscais e, dessa forma, garante compliance fiscal. “Contratamos o GUEPARDO em conjunto com o SAP TDF devido à exigência dos reports eletrônicos. Temos conhecimento que a solução fiscal da FH consegue cruzar as informações de forma consistente, o que nos trará segurança e otimização nessas entregas”, diz Araújo.

Enquanto o SAP HANA coloca os clientes na nova era da computação in-Memory, o GUEPARDO é sinônimo de entregas automatizadas, além da qualidade das informações e apurações precisas, centralizadas e instantâneas. A rastreabilidade de todos os processos aos usuários de diferentes áreas da empresa é outro diferencial, segundo o Diretor Corporativo da FH, que ressalta a importância de uma solução fiscal que acompanha a revolução tecnológica e atende a complexidade das obrigações fiscais.

Projeto Everest

Além do SAP S/4HANA e do GUEPARDO, o Projeto Everest contará com uma solução de gerenciamento e governança de dados – SAP MDG (Master Data Governance) e uma ferramenta de análise quantitativa de previsões, relatórios financeiros e orçamentos – SAP BPC (Business Planning & Consolidation). “Estamos trazendo as melhores práticas da SAP para a companhia. Tudo isso refletirá na eficiência operacional e maturidade dos processos internos da Belagrícola”, conta o Gerente de Projetos da FH, Mikael Guiraud.

Ele ainda acrescenta que ao ter informações em tempo real e análises de rentabilidade mais apuradas de todos os cenários de negócio, faz com que a tomada de decisões seja facilitada, além de minimizar possíveis riscos de gestão.

A expectativa da empresa de agronegócio é elevada em relação ao Projeto Everest, conforme relata o Gerente de TI da Belagrícola, André Peretti, por isso, desde o início, a relação de transparência com a FH foi fundamental. “Percebemos que o perfil técnico da FH se aproxima do nosso. E, por meio dessa parceria, queremos alavancar a profissionalização dos processos da Belagrícola, nesse sentido, a nossa maior preocupação é treinar os colaboradores para que possam utilizar a plataforma SAP S/4HANA da melhor forma”, conclui.

 

Sobre a FH – Com 17 anos de mercado, a FH é uma empresa de tecnologia especializada em processos de negócios e software. Conta com mais de 220 clientes ativos, aproximadamente 500 colaboradores, oito sedes – Curitiba, São Paulo, Porto Alegre, Joinville, Rio de Janeiro, Brasília, Stuttgart e Madrid. A FH tem atuação em mais de 30 países nos mais variados segmentos da indústria, como: varejo, manufatura, fashion, utilities, energia, financeiro, farmoquímica, agroindústria e setor público. A companhia conta com três linhas de negócio: Services, formada pelas áreas de Consulting, Technology e Fiscal – dedicadas à venda e implementação de projetos SAP, projetos omnichannel (SAP Hybris: e-commerce, marketing, faturamento, vendas e serviços em uma única solução) e projetos fiscais; Outsourcing – suporte online 24 x 7 – e Software – Solução Fiscal GUEPARDO e Camaleo (plataforma com aplicação global para desenvolvimento de soluções). Em 2016, a FH  conquistou o prêmio de melhor parceira SAP do Brasil – nas categorias SAP S/4HANA, SAP Hybris e VAR-GB. Neste ano, a companhia também recebeu o selo SAP Recognized Expertise em SAP S/4Hana e Hybris Commerce, que comprova a expertise da empresa, tanto em projetos omnichannel, quanto na implementação do ERP de última geração da gigante alemã. Mais informações em: http://www.fh.com.br.

Sobre a Belagrícola – Fundada em 1985, no pequeno município de Bela Vista do Paraíso, no norte do Paraná, por João Andreo Colofatti, a Belagrícola evoluiu de uma revenda de produtos agrícolas para se tornar um dos maiores distribuidores de insumos agrícolas e comercializadores de grãos do Brasil. Atualmente, a Belagrícola é uma das maiores provedoras de soluções para o produtor, com um portfólio de produtos e serviços baseado, principalmente, na tecnologia. O fornecimento de insumos agrícolas, a prestação de assistência técnica e o financiamento de custeio agrícola abrange hoje cerca de 15.000 produtores rurais nos estados do Paraná, São Paulo e Santa Catarina. A empresa conta com 54 pontos de revenda e 38 unidades de recebimento, padronização e armazenagem, com capacidade estática de estocagem de 1,2 milhão de toneladas. Todo o profissionalismo da companhia – que está entre as maiores do Brasil – é reconhecido anualmente em rankings de publicações especializadas, como das revistas Exame, Época Negócios e jornal Valor Econômico.  

Fonte: Portal Baguete

Consultoria Tributária


Postado em 22 de Maio de 2017 por FH

Que a carga tributária brasileira é complexa, isso todo mundo já sabe. O problema está em saber atuar de forma estratégica, para que a redução tributária faça parte do cotidiano. Até porque, conhecer a fundo a situação econômica tributária da empresa pode resultar em diversas oportunidades previstas em lei. E saber aproveitar oportunidades é sinônimo de economia tributária!

 

Por isso, a FH dispõe de serviços para diagnóstico e acompanhamento fiscal junto a Solução Fiscal GUEPARDO, que abrangem desde a pré-implementação, implementação e pós implementação da ferramenta.

 

Mapeamento Fiscal e Sistêmico

Em uma fase anterior a implementação da Solução Fiscal GUEPARDO, o diagnóstico sistêmico é desenvolvido por meio de uma análise da situação atual dos processos fiscais e a projeção sistêmica fiscal futura.

 

Acompanhamento Fiscal do Projeto de Implementação

  • Revisão BBP;
  • Orientação para testes integrados;
  • Revisão do arquivo antes da entrega.

 

BPO Fiscal

  • Operacionalização das atividades fiscais;
  • Acompanhamento fiscal com leitura e recomendações a partir dos relatórios de auditoria fiscal.

 

O BPO é realizado após a implementação da Solução Fiscal GUEPARDO, com flexibilidade de escopo, e está relacionado diretamente à operação e auxílio a gestão.

 

Quer saber mais? Descubra todos os benefícios que a expertise da Consultoria Tributária FH pode proporcionar ao seu negócio.

FISCAL


Postado em 17 de Maio de 2017 por FH

Ao lidar com a Receita Federal, todo cuidado é pouco. As obrigações fiscais são complexas e qualquer equívoco pode resultar em severas penalidades, podendo chegar até a falência da organização.

 

A FH dispõe sua expertise em todas as etapas da governança tributária e implementação de projetos fiscais, desde o aproveitamento de benefícios fiscais até a entrega de arquivos seguros ao Fisco. É o diferencial competitivo que as empresas tanto necessitam.

Página /