Customer Experience Archives | FH Brasil

5 previsões para a Internet das Coisas em 2018


Postado em 05/01/2018 por FH
image-1

O Portal Administradores afirma que mundialmente a Internet das Coisas está se tornando cada vez mais popular e que no nosso país não é diferente, uma vez que no ano de 2017 foi possível acompanhar a evolução e a adoção das conexões entre máquinas por grandes empresas brasileiras, como bancos, operadoras de telefonia e, principalmente, varejistas.

Dados da ANATEL  revelam que o Brasil encerrou o mês de outubro de 2017 com 14,8 milhões de conexões máquina a máquina (M2M), um crescimento de mais de 20% quando comparado com o mesmo período de 2016.

O Administradores entrevistou o PhD em IoT , Gabriel Dias, que sustenta que o ano de 2018 será muito importante para a consolidação da Internet das Coisas. Dias listou cinco previsões que para esse tipo de conexão e nas quais fala sobre o Plano Nacional de IoT, elaborado pelo BNDES e pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, experiência do cliente, comercialização de dados IoT, wearables e IoT baseada em blockchain:

1. Soluções de IoT para área rural e indústria de base irão despontar no Brasil

O primeiro grande fator de impacto nas tendências do ano que vem é…

Clique aqui e confira a matéria na íntegra! - 5 previsões para a Internet das Coisas em 2018


Compartilhar!
[ssba]

A tecnologia transforma uma simples compra em vivência


Postado em 13/03/2017 por sbaldessar
image-1

Quando falamos em consumidor omnichannel, as empresas não podem achar que o potencial cliente irá simplesmente experimentar determinada marca e interagir com ela em diferentes canais.

Isso é muito superficial quando se trata de consumidor “omni”, que busca interagir, experimentar, ter um relacionamento, ou seja, vivenciar a marca, independente do canal ou dispositivo utilizado.

O consumidor é rei

Hoje, o consumidor está no controle e define o que quer, então as empresas precisam conhecê-lo. Saber do que ele gosta, o que procura, o que compra, qual o atual momento em que vive e mais, pois com as jornadas de compra cada vez mais longas, as companhias precisam ter uma visão completa do que está em torno do cliente.

Para isso há ferramentas, como o CRM, que oferecem uma experiência diferenciada aos consumidores e um atendimento personalizado em todos os pontos de contato com a marca, o que amplia as possibilidades de compra e venda.

O CRM e o relacionamento com o cliente

O CRM (Customer Relationship Management), por exemplo, é uma plataforma que traz o conhecimento desse público, pois mostra como o cliente já se relacionou com a empresa.

Com foco na gestão de leads, oportunidades, gestão de vendedores, pedidos, cotações, gestão de atendimento, solução de problemas, segmentação de clientes, além da geração e acompanhamento de campanhas e pesquisas, entre outras funcionalidades, o CRM auxilia as empresas na criação e manutenção do bom relacionamento com os clientes.

Uma solução completa como essa oferece um diferencial para as organizações, lembrando que a partir do momento que a marca se propõe a ser omnichannel, ela deve oferecer as ferramentas necessárias para que a jornada de compra seja satisfatória, proporcionando uma experiência única e personalizada para o cliente.

A comunicação precisa ser clara, transparente e efetiva em todos os meios, uma vez que o consumidor moderno utiliza múltiplos canais simultaneamente.

A evolução do CRM

Além do CRM, contamos também com outro conceito o XRM (eXtended Relationship Management), o qual agrega ao relacionamento do cliente outros entornos, por exemplo: produto, fornecedor, etc. Aí, o conhecimento em torno do potencial comprador se expande ainda mais e surgem perguntas como: Quem é a sua família? Quais os bens que possui? O que fala nas mídias sociais?

Com o XRM o histórico do cliente é enriquecido pelo histórico dos produtos por exemplo, aumentando assim as chances de uma próxima venda. Imagine, por exemplo, que você já comprou um celular e a empresa continua enviando informações desse mesmo produto.

Perda de tempo para ela e incômodo para você, certo? Então, ao saber que já possui esse bem de consumo, a marca pode oferecer outras possibilidades, um cartão de memória, uma capa para o celular ou qualquer outro produto que se adeque ao seu perfil.

Para vender mais é preciso conhecer mais

Funciona mais ou menos assim: quanto mais conhecimento a empresa tem do cliente, maiores as possibilidades de agradá-lo e atendê-lo conforme as suas necessidades e desejos. Dessa forma, a tecnologia transforma o que poderia ser uma simples compra em uma vivência de marca, em uma experiência do cliente!

Sandro Adalberto Stanczyk
Director of Technology Business Unit da FH

Página /