e-commerce brasileiro Archives | FH Brasil

m-commerce dobra em dois anos e representa 1/3 das compras online


Postado em 03/04/2019 por abarcelos
image-1

A Ebit|Nielsen divulgou recentemente o estudo Webshoppers, que traz dados sobre o desempenho do e-commerce brasileiro em 2018 e trouxe uma panorama sobre o m-commerce no país.

Alguns dados surpreendem, como a representatividade do m-commerce – compras realizadas via dispositivos móveis – nos resultados do comércio eletrônico no ano passado: mais de 1/3 do total de pedidos foram realizados via dispositivos móveis e o canal obteve um crescimento de 41% nos pedidos.

Em média, 35% dos pedidos (40,3 milhões) e 31,3% do faturamento do setor (R$16,7 bilhões) foram provenientes do m-commerce.

O papel do m-commerce no crescimento do comércio eletrônico

O comércio mobile foi um dos principais responsáveis pelo crescimento de 12% registrado pelo e-commerce no ano passado, quando o setor faturou R$53,2 bilhões, com 123 milhões de pedidos, 11% a mais do que no ano anterior. O tíquete médio de compras foi de R$434, ligeira alta de 1%, conforme o balanço divulgado em fevereiro pela Ebit|Nielsen.

Neste ano a expectativa é de expansão de 15%, com vendas totais de R$61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, chegando a 137 milhões, e o tíquete médio em torno de R$447, aumento de 3%.

O estudo destaca que para quem trabalha com e-commerce, pensar “mobile first” é essencial, pois os mobiles concentram oportunidades para negócios de todos os portes e que especificamente os smartphones, principalmente pela democratização desse device, tem possibilitado a entrada de muitos consumidores neste mercado.

m-commerce inicia 2019 com ainda mais relevância

As vendas via dispositivos móveis representam 42,8% de todos os pedidos do e-commerce brasileiro em janeiro deste ano.

 

crescimento m-commerce
Em apenas 2 anos o m-commerce dobrou seu crescimento e trouxe uma gama de novos consumidores para o mercado. Fonte: Nielsen

 

Categorias que alavancaram o m-commerce em 2018

As categorias responsáveis pela expressiva alta de pedidos no m-commerce são Perfumaria, Cosméticos & Saúde (com 51% de crescimento), Informática (27%), Alimentos & Bebidas (23%), além de Moda & Acessórios (+6%), Esporte & Lazer (+10%) e Casa & Decoração (+16%). Uma particularidade da compra via dispositivos móveis é que os produtos escolhidos possuem um ticket médio de menor valor se comparado a compras via desktop.

 

crescimento m-commerce
Perfumaria e Cosméticos foi a categoria impulsionadora do e-commerce e do m-commerce em geral. Fonte: Nielsen

O seu e-commerce precisa oferecer uma experiência completa e integrada no mobile

Até agora você pode perceber que o comércio eletrônico via dispositivos móveis está cada vez mais em alta e sem previsão de redução no crescimento!

A sua plataforma de e-commerce oferece tudo o que a sua empresa precisa para proporcionar a melhor experiência integrada ao seu consumidor e assim conseguir acompanhar o mercado nessa previsão de 15% de crescimento para o ano?

A FH possui a maior capacidade instalada do Brasil para projetos de digital commerce e possui todas as certificações para SAP C/4HANA.

Vamos conversar? Nossa equipe de especialistas aguarda o seu contato no contato@fh.com.br!


Compartilhar!
[ssba]

E-commerce deve crescer 15% em 2019, saiba o porquê!


Postado em 27/02/2019 por abarcelos
image-1

Impulsionado pelos setores de cosméticos e moda, faturamento estimado para este ano é de R$61,2 bilhões

A Ebit|Nielsen, empresa de mensuração e análise de dados, divulgou a sua previsão para o crescimento do e-commerce em 2019 e apresentou o balanço do ano anterior.

Segundo a empresa, apesar de fatores como Copa do Mundo, eleições e a greve dos caminhoneiros, que afetaram de forma direta ou indireta todos os setores da economia, o e-commerce manteve sua curva de crescimento no ano de 2018.

O crescimento em 2018

Foi registrado um faturamento de R$53,2 bilhões, uma alta de 12% em comparação com 2017, ano em que o e-commerce cresceu 7,5% e faturou R$ 47,7 bilhões.

Houve um aumento de 10% no número de pedidos, que chegaram a 123 milhões e o tíquete médio de compras foi de R$434 apresentando uma ligeira alta de 1%.

O que 2019 deve trazer para o e-commerce

Para este ano a empresa prevê um crescimento de 15%, estimando um faturamento de $61,2 bilhões. Os pedidos devem ser 12% maiores, chegando à marca de 137 milhões, e o tíquete médio deve ser de R$447, com um aumento de 3%.

Algumas razões para o crescimento do e-commerce em 2018

Segundo a Nielsen, o crescimento reflete a efervescência do setor no ano passado com a entrada de novos players, fusões e aquisições, a consolidação do modelo marketplace, a chegada de mais de 10 milhões de novos e-consumidores e a melhor Black Friday da história.

E você, vai querer ficar de fora desse crescimento? Preencha o cadastro abaixo receba notícias e materiais exclusivos sobre o cenário do e-commerce brasileiro e mundial!

 

[dinamize-form id=”7447″]

 


Compartilhar!
[ssba]

Página /