Sped Archives | FH Brasil

FH é destaque no Estadão com o artigo “Apuração PIS-COFINS e as constantes mudanças no Guia Prático do SPED”


Postado em 17/05/2019 por tfagundes
image-1

A FH é destaque no Estadão e nos portais Diário Industria e ComércioNoticias Fiscais, SEGS, FACNOPAR e no Fator Brasil com artigo assinado pelo especialista em Gestão Tributária e na Solução Fiscal Guepardo da empresa, Johney Laudelino da Silva, no qual destaca a Apuração PIS-COFINS e as constantes mudanças no Guia Prático do SPED.

Johney, salienta a importância de ter uma solução robusta e estruturada junto a uma equipe atenta e atualizada para fazer a correta entrega das informações. Desta forma, tais mudanças passam despercebidas e se tornam mais uma atualização de rotina dentro do processo de entrega da EFD-Contribuições. Confira!


Compartilhar!
[ssba]

Compare as informações da ECF com as demais obrigações assessórias de maneira fácil e rápida.


Postado em 16/05/2019 por asilveira
image-1

O prazo para entrega da ECF está cada vez mais próximo e um dos fatores que mais preocupam os profissionais que estão prestes a finalizar esse documento é a conformidade com as informações já enviadas em outras obrigações acessórias.

Além disso, as mudanças do guia prático do SPED também são vistas como ponto de atenção, já que as frequentes alterações nos leiautes obrigam os contribuintes a se adequarem a uma nova versão de envio.

A exemplo, nos últimos dois meses o SPED divulgou 4 notas relacionadas a alterações no programa da ECF, a mais recente ocorreu no dia 14/05/2019, com a publicação da versão 5.1.1, que trata especificamente da correção sobre a geração dos períodos do bloco U (Imunes/isentas).

Essas mudanças impactam, e muito, a rotina do profissional responsável pela geração do arquivo, pois o que parece ser uma simples alteração de informação inserida/excluída pode comprometer os demais blocos e interferir na análise fiscal de outras declarações, como a ECD e a EFD.

A chave para simplificar esse processo e ainda garantir o compliance entre as obrigações é poder contar com um software capaz de se adaptar ao guia prático do SPED.

Presente em grandes grupos econômicos, a solução fiscal GUEPARDO, da FH, reduz o impacto das alterações publicadas pelo SPED, facilitando a entrega das obrigações e garantindo a confiabilidade da base de dados enviada.

 

As mudanças do SPED tornam-se apenas mais uma atualização de rotina com o GUEPARDO.

 

Por utilizar o que há de mais inovador no mundo tributário, a solução fiscal da FH atende as exigências fiscais no âmbito Municipal, Estadual, Federal, com capacidade para processar um grande volume de apurações no menor tempo do mercado.

EFD-Reinf: descubra o que mudou com a Instrução Normativa RFB nº 1842/2018


Postado em 01/11/2018 por tfagundes
image-1

No dia 31/10/2018 foi publicada no Diário Oficial da União, a Instrução Normativa RFB nº 1.842/2018, alterando a Instrução Normativa RFB nº 1.701/2017, que institui a EFD-Reinf.

Foram ajustados as datas de ínicio das entregas dos grupos 2, 3 e 4 e definidas as penalidades para os que não entregarem ou que entregarem de forma incorreta a obrigação.

Cronograma de entrega

O cronograma de entrega, que seguirá as seguintes datas:

 

INÍCIO DA OBRIGATORIEDADE EMPRESA / CONTRIBUINTE
01.05.2018

1° grupo: entidades empresariais com faturamento no ano de 2016 acima de R$ 78 milhões;

10.01.2019

2° grupo: demais contribuintes, exceto as empresas enquadradas no Simples Nacional, que constam nessa situação no CNPJ em 01.07.2018, quanto aos fatos ocorridos a partir de 01.01.2019;

10.07.2019

3° grupo: empresas enquadradas no Simples Nacional e entidades sem fins lucrativos, quanto aos fatos ocorridos a partir de 01.07.2019;

À definir

4° grupo: entes públicos e as organizações internacionais.

Penalidades

Na Normativa RFB nº 1842/2018 publicada, ainda foram estabelecidas regras em relação ao atraso ou entrega com erros, incorreções ou omissões do EFD-Reinf!

Primeiramente o contribuinte será intimado a apresentar a declaração original e no caso de não apresentação no prazo estipulado pela Secretaria da Receita Federal do Brasil (RFB), ficará sujeito às seguintes penalidades:

  • 2% ao mês calendário ou fração, incidentes sobre o montante dos tributos informados na EFD-Reinf, ainda que integralmente pagas, no caso de falta de entrega da declaração ou de entrega após o prazo, limitada a 20%;
  • R$ 20,00 para cada grupo de 10 informações incorretas ou omitidas.

Além disso, a EFD-Reinf deverá ser transmitida mensalmente até o dia 15 do mês subsequente ao mês a que se refere a escrituração, devendo ser observadas as exceções contidas na norma.

Para maiores detalhes em relação as alterações informadas, clique aqui e acesse a íntegra da legislação.

Página /