Fiscal Archives | FH Brasil

FH marcará presença no ASUG Day Belo Horizonte


Postado em 23/05/2019 por nschirmer
image-1

 

A FH marcará presença no ASUG Day que acontecerá no dia 11 de junho em Belo Horizonte – MG.

O ASUG Day é uma ótima oportunidade para que profissionais de diversas áreas obtenham conhecimento e atualização profissional, através dos conteúdos mais atuais do mercado e da troca de experiência com os demais participantes. Este ano a FH marcará presença com a palestra:

Automação de entradas, retenções e EFD-Reinf 2.0 em ambientes SAP ECC, SAP S/4HANA, TDF e ACR
Para estar em compliance com as demandas da versão 2.0 dos leiautes da EFD REINF, a palestra abordará todo o processo para o atendimento aos novos registros exigidos pela RFB, como os riscos a serem evitados e quais os pontos de atenção para a correta entrega, que deverá ocorrer a partir da competência janeiro/2020.
Nossos especialistas apresentarão ferramentas e dicas para que você possa realizar um bom projeto, independente do ambiente utilizado pelo seu negócio (SAP ECC, S/4HANA, TDF e ACR) conforme tópicos abaixo:

  • revisão dos processos;
  • automação das entradas;
  • apuração das retenções;
  • ajustes e conciliações;
  • geração e entrega dos eventos/registros exigidos pela obrigação.

 

Palestrantes: Calixto Herkert e Marcelo Diogo Passaglia
Horário: 10h40
Local:  Hotel Ouro Minas (Av. Cristiano Machado, 4001 – Ipiranga, Belo Horizonte)

O prazo parece longo, mas há muito a ser feito – venha conferir!

 

O evento é gratuito, faça sua inscrição:

Faça sua inscrição para o ASUG Day BH

Compare as informações da ECF com as demais obrigações assessórias de maneira fácil e rápida.


Postado em 16/05/2019 por asilveira
image-1

O prazo para entrega da ECF está cada vez mais próximo e um dos fatores que mais preocupam os profissionais que estão prestes a finalizar esse documento é a conformidade com as informações já enviadas em outras obrigações acessórias.

Além disso, as mudanças do guia prático do SPED também são vistas como ponto de atenção, já que as frequentes alterações nos leiautes obrigam os contribuintes a se adequarem a uma nova versão de envio.

A exemplo, nos últimos dois meses o SPED divulgou 4 notas relacionadas a alterações no programa da ECF, a mais recente ocorreu no dia 14/05/2019, com a publicação da versão 5.1.1, que trata especificamente da correção sobre a geração dos períodos do bloco U (Imunes/isentas).

Essas mudanças impactam, e muito, a rotina do profissional responsável pela geração do arquivo, pois o que parece ser uma simples alteração de informação inserida/excluída pode comprometer os demais blocos e interferir na análise fiscal de outras declarações, como a ECD e a EFD.

A chave para simplificar esse processo e ainda garantir o compliance entre as obrigações é poder contar com um software capaz de se adaptar ao guia prático do SPED.

Presente em grandes grupos econômicos, a solução fiscal GUEPARDO, da FH, reduz o impacto das alterações publicadas pelo SPED, facilitando a entrega das obrigações e garantindo a confiabilidade da base de dados enviada.

 

As mudanças do SPED tornam-se apenas mais uma atualização de rotina com o GUEPARDO.

 

Por utilizar o que há de mais inovador no mundo tributário, a solução fiscal da FH atende as exigências fiscais no âmbito Municipal, Estadual, Federal, com capacidade para processar um grande volume de apurações no menor tempo do mercado.

Transforme seu negócio com a solução fiscal que mais cresce no mercado


Postado em 09/05/2019 por tfagundes
image-1

Atender as exigências do fisco por completo, conforme a legislação atual, é fundamental para o bem-estar legal de qualquer empresa, uma vez que possibilita maior estabilidade para negociar ações, empréstimos e investimentos, além de permitir que a organização possa participar de seleções e programas de concorrência pública.

Para atender com êxito todos os estágios do processo tributário, é fundamental garantir a correta apuração e entrega das obrigações federais, estaduais e municipais, realizando análises prévias para identificar possíveis inconsistências nos processos diários.

Contar com um software capaz de integrar todos esses processos para o envio das informações ao fisco proporciona inúmeras vantagens, tanto para o seu negócio quanto para a sua equipe.

Saiba como a solução que mais cresce no mercado pode facilitar a rotina fiscal da sua empresa.

Solução fiscal GUEPARDO

Aliando tecnologia à expertise tributária, a solução fiscal GUEPARDO nasceu para elevar o potencial produtivo e competitivo das empresas. Por utilizar o que há de mais inovador no mundo tributário, atende as exigências fiscais no âmbito Municipal, Estadual e Federal, seguindo as diretrizes do SPED. Sempre com segurança e rastreabilidade nas informações, é capaz de processar um grande volume de apurações no menor tempo.

 

Por que é a melhor opção do mercado?

# Agilidade

Por utilizar a mesma base de dados nas apurações, minimiza riscos e oferece múltiplas funcionalidades, otimizando a rotina fiscal das empresas e possibilitando a elaboração de relatórios precisos, visto que os usuários poderão utilizar seu tempo analisando os números e não corrigindo-os.

# Constante atualização

Sempre preparado para atender todas as exigências dos orgãos competentes conforme a legislação vigente.

# Compliance fiscal

Não basta simplesmente “entregar” arquivos ao fisco, as informações devem estar em compliance fiscal, pois qualquer equívoco pode resultar em penalidades gravíssimas. Identificar possíveis falhas fica mais fácil com o GUEPARDO, uma vez que os dados são processados de forma integrada, contemplando todos os campos e informações necessárias para correta geração dos eventos.

# Confiabilidade e segurança

A eficiência do software garante a confiabilidade e a segurança dos dados enviados, elevando a credibilidade da organização no mercado em que atua.

 

Independente da área de atuação, o GUEPARDO se adapta ao cenário de qualquer empresa, atendendo as necessidades mais complexas para oferecer mais tranquilidade no atendimento as obrigações fiscais.

A transformação digital e o fisco


Postado em 09/05/2019 por tfagundes
image-1

Começar um negócio legalizado no Brasil exige muita responsabilidade, principalmente quando falamos da parte FISCAL.

A pergunta que fica aqui é: sua empresa está preparada para iniciar essa jornada burocrática?

Monitorar tantas variáveis dentro dos trâmites legais é um desafio e tanto, principalmente para grandes empresas, que precisam enviar diversos tipos de informações aos orgãos competentes durante todo o ano. Nesse quesito, a tecnologia pode ser a chave para melhorar as condições de trabalho relacionadas ao fisco, poupando o tempo dos colaboradores que precisam analisar e corrigir uma série de relatórios para o envio das obrigações.

Como a tecnologia pode facilitar a minha rotina fiscal?

Atualmente, diversas empresas optam por softwares fiscais para realizar a apuração das informações referente a prestação de impostos, proporcionando assim, um direcionamento de esforços nas atividades que realmente interessam ao negócio, como por exemplo, oferecer novas experiências para fidelizar ainda mais o cliente.

Contudo, a escolha de um software de gestão deve ser algo planejado, para que a escolha seja assertiva, caso contrário esse processo poderá ocasionar ainda mais complicações para a sua empresa.

Abaixo listamos os principais itens a serem levados em consideração na escolha de uma solução fiscal.


Garantia de compliance

Trabalhar de forma conciliada, contemplando todos os campos e informações necessárias para correta geração dos eventos.

 


Qualidade na apuração dos dados

Ser capaz de processar um grande volume de dados, mantendo relação ativa entre as informações e identificando possíveis divergências.

 


Agilidade

Item primordial, afinal, a entrega das obrigações dentro do prazo é essencial para evitar o pagamento de multas.

 


Expertise tributária

Uma equipe capaz de propor soluções que atendam as necessidades do cliente, de acordo com a complexidade do seu negócio.

 


Inovação

A entrega de obrigações fiscais sofre atualizações constantes, por isso é importante que a solução fiscal contratada seja capaz de se adaptar conforme a legislação.

 

A contratação de uma solução fiscal faz toda a diferença para o negócio, pois ajuda no controle e organização da empresa, acelerando a produtividade e proporcionando maior visibilidade das etapas do processo.

 

ECF 2019: Sua empresa está preparada para cumprir a entrega dessa obrigação?


Postado em 07/05/2019 por asilveira
image-1

O prazo para entrega da ECF está cada vez mais próximo e se a sua empresa ainda não se organizou para a entrega desta obrigação, o risco de não ter tempo hábil para o envio das informações é grande.

A entrega da ECF é anual e deve ser feita até o último dia útil do mês de julho, ou seja, até às 23h59min59s (pelo horário de Brasília) do dia 31 de julho (quarta-feira) de 2019. Esse prazo não muda nem nos casos em que houve cisão parcial ou total, fusão ou incorporação, registrados entre janeiro e abril de 2018.

Cisão:é a transferência do patrimônio da empresa para outra
Fusão: trata-se da união de duas empresas e formação de uma nova
Incorporação: quando uma empresa adquire outra, ou seja, uma delas deixa de existir.

Caso a organização tenha filiais, independente do regime tributário, a entrega da ECF deve ser realizada pelo estabelecimento matriz.

Como preencher a ECF?

A ECF deve ser preenchida por blocos de informação, referindo-se cada um deles a um agrupamento de informações, com registro de abertura, registro de dados e um registro de encerramento, conforme abaixo:

Bloco Nome do Bloco Descrição do Bloco
0 Abertura e Identificação  

Abre o arquivo, identifica a pessoa jurídica e referencia o período da ECF.

C

Informações Recuperadas das ECD

(Bloco recuperado pelo sistema – Não é importado e não é  editado no programa)

 

Armazena as informações do plano de contas e dos saldos mensais das ECD recuperadas. As ECD recuperadas devem corresponder ao período da ECF.

Os seguintes registros da ECD são recuperados na ECF:

  •  I050 – Plano de Contas
  • I051 – Mapeamento para o Plano de Contas Referencial
  • I053 – Subcontas Correlatas
  • I100 – Centro de Custos
  • I150 – Data dos Saldos Periódicos
  • I155 – Saldos Periódicos
  • I157 – Transferência de Saldos de Plano de Contas Anterior
  • I350 – Data da Apuração do Resultado
  • I355 – Saldos das Contas de Resultado Antes do Encerramento

Estão obrigadas a efetuar a recuperação da ECD todas as pessoas jurídicas obrigadas a entregar a ECD, conforme Instrução Normativa RFB nº 1.420/2013 e alterações.

E Informações Recuperadas da ECF Anterior e Cálculo Fiscal dos Dados Recuperados da ECD (Bloco recuperado pelo sistema – Não é importado e não é editado no programa)

Armazena, da ECF recuperada do período imediatamente anterior, os saldos finais das contas referenciais e da parte B (do e-LALUR e e-LACS).

Calcula os saldos contábeis de acordo com o período de apuração do tributo.

J Plano de Contas e Mapeamento  

Apresenta o mapeamento do plano de contas contábil para o plano de contas referencial.

Caso a ECD recuperada possua o mapeamento para o plano de contas referencial válido na ECF, o bloco J pode ser construído automaticamente e é permitida a sua edição.

K Saldos das Contas Contábeis e Referenciais  

Apresenta os saldos das contas contábeis patrimoniais e de resultado por período de apuração e o seu mapeamento para as contas referenciais.

Caso haja recuperação da ECD, o bloco K pode ser construído automaticamente e é permitida a sua edição.

O bloco K também pode ser importado, independentemente da recuperação da ECD.

L Lucro Líquido – Lucro Real  

Apresenta o balanço patrimonial, a demonstração do resultado do exercício e apura o lucro líquido da pessoa jurídica tributada pelo lucro real.

M e-LALUR e e-LACS – Lucro Real  

Apresenta os livros eletrônicos de escrituração e apuração do IRPJ (e-LALUR) e da CSLL (e-LACS) da pessoa jurídica tributada pelo lucro real – partes A e B.

N Cálculo do IRPJ e da CSLL – Lucro Real  

Calcula o IRPJ e a CSLL com base no lucro real (estimativas mensais e ajuste anual ou valores trimestrais).

P Lucro Presumido  

Apresenta o balanço patrimonial, a demonstração do resultado do exercício e apura o IRPJ e a CSLL com base no lucro presumido.

Q Demonstrativo do Livro Caixa  

Apresenta o demonstrativo do livro caixa para os casos previstos na legislação – A partir do leiaute 2.

T Lucro Arbitrado  

Apura o IRPJ e a CSLL com base no lucro arbitrado.

U Imunes e Isentas  

Apresenta o balanço patrimonial e a demonstração do resultado das imunes ou isentas. Apura o IRPJ e a CSLL quando forem obrigadas.

V DEREX  

Apresenta a declaração sobre utilização dos recursos em moeda estrangeira decorrentes do recebimento de exportações (DEREX) – A partir do leiaute 4

W Relatório País-a-País  

Apresenta o Country by Country Report (Relatório País-a-País) – A partir do leiaute 3

X Informações Econômicas  

Apresenta informações econômicas da pessoa jurídica.

Y Informações Gerais  

Apresenta informações gerais da pessoa jurídica.

9 Encerramento do Arquivo Digital  

Encerra o arquivo digital.

Fonte: Manual de Orientação da declaração.

Devido a quantidade de informações solicitadas nos blocos, o preenchimento completo dessa obrigação é bem complexo e caso seja registrado algum dado incorreto, o contribuinte tem até cinco anos para corrigir o erro. Isso até pode parecer uma notícia boa, mas não se engane, pois qualquer modificação na declaração em anos anteriores o obriga a ajustar todos os documentos entregues posteriormente, gerando um grande retrabalho.

Lembrando que, informações incompletas, imprecisas ou omitidas geram multas, por isso, mesmo que a sua empresa tenha suporte tecnológico para esse tipo de serviço, é fundamental se atentar com a qualidade das informações enviadas.

E agora o que fazer?

Com tantas variáveis e uma extensa lista de blocos para preenchimento, fica difícil garantir a uniformidade das informações. Para evitar possíveis notificações, nosso time de especialistas está a postos para apoiar sua empresa nesta entrega.

Nossa metodologia para a entrega da ECF 2019 tem sido a estratégia mais procurada por empresas que buscam compliance fiscal, otimização na lucratividade e concentração de metas e esforços em seu core business.

Eleve o compliance fiscal da sua empresa e fuja das infrações tributárias


Postado em 02/05/2019 por asilveira
image-1

 

A qualidade das informações enviadas ao fisco é fundamental para se evitar autuações, uma vez que a emissão de dados incompletos, imprecisos ou omitidos acarretam o pagamento de multas de acordo com o regime tributário da empresa.

Em 2017, verificou-se um crescimento de 22,55% em autuações, isso significa que, somente em multas, o valor médio do crédito tributário foi de R$ 204,99 bilhões, sendo este considerado o maior já lançado pela Receita Federal, de acordo com o Plano anual da Fiscalização.

Com o intuito de identificar indícios de evasão tributária, nesse mesmo ano, as informações prestadas pelos contribuintes foram avaliadas e confrontadas entre si, o esforço relacionado a essa ação identificou 3.151 distorções de arrecadação.

A gestão do envio de obrigações em planilhas aumenta o risco de falhas no cruzamento das informações, comprometendo a credibilidade da empresa perante a Receita Federal, por isso, revisar as apurações proporciona maior segurança no cumprimento das rotinas fiscais.

Mas com tantos tributos e dezenas de obrigações assessórias para entregar, como conseguir revisar todos esses processos?

A solução pode ser mais simples do que você imagina!

Na FH, um time de especialistas está a disposição para proteger a sua empresa de riscos inerentes aos aspectos tributários, nosso Serviço de Compliance Fiscal abrange toda a revisão dos processos, elaboração das apurações e geração dos arquivos, proporcionando autorregularização e simplificação das entregas.

 

OBRIGAÇÕES TRIBUTÁRIAS: O que acontece quando a empresa não declara impostos?


Postado em 29/04/2019 por tfagundes
image-1

O rastreio de dados relacionados ao fisco fica mais rigoroso a cada ano. Para toda informação prestada pelas partes contribuintes, um cruzamento de dados é realizado pelo órgão competente, a fim de verificar se as contas fecham com o que foi informado na declaração.

Ao notar divergências, o contribuinte recebe uma notificação através do seu portal eletrônico, para prestar esclarecimentos e a partir disso, as seguintes situações podem acontecer:

 

# Multa de 75% sobre o imposto devido

Acontece quando o contribuinte foi notificado sobre a pendência e não prestou esclarecimentos. Nesse caso, se o erro for comprovado, será aplicada uma multa de 75% sobre o valor do imposto devido, corrigida pela variação da taxa Selic.

#Multa de 150% do imposto devido

Acontece quando há intuito evidente de fraude. O fisco poderá ainda instaurar um processo administrativo para investigar eventuais erros e omissões. Se o contribuinte não atender a intimação para prestar esclarecimentos, a multa pode subir para 225% do imposto devido, com o acréscimo da taxa Selic do período.

#Processo judicial

Além da multa em casos de fraude, a empresa poderá sofrer processo judicial por crime tributário.

 

Não entregar ou atrasar o envio das informações solicitadas também acarreta o pagamento de multas, além disso, a empresa poderá ser impedida de participar de seleções e programas de concorrência pública, caso a Receita Federal a classifique como inadimplente.

Essa situação cria outra desvantagem para o seu negócio, que é a dificuldade em conseguir novos empréstimos ou linhas de crédito, sendo assim, atente-se aos prazos e evite problemas futuros.

Sabemos que acompanhar as constantes mudanças relacionadas ao fisco (tanto de prazo, quanto de tributos) é uma tarefa complexa, uma vez que elas podem derivar de leis municipais, estaduais, federais ou até mesmo de entendimentos de tribunais, por isso, automatizar a entrega dessas obrigações é uma ótima saída.

A automatização proporciona melhores condições de trabalho, poupando o tempo dos colaboradores que precisam analisar e corrigir uma série de relatórios para o envio das obrigações, além disso, minimiza a ocorrência de erros, evitando assim, possíveis notificações.

Quer saber mais?

A equipe FH está a disposição para orientar a sua empresa com soluções inteligentes.

A sua empresa está preparada para a entrega da ECF?


Postado em 25/04/2019 por tfagundes
image-1

Autoridades fiscais aumentam cada vez mais as qualificações na dimensão digital, demandando atenção ainda maior do contribuinte com a qualidade dos dados e processos tributários, um bom exemplo disso é a entrega de ECF.

Por isso, a área de Tax Compliance Service da FH, agrega a experiência de uma empresa com mais de 20 anos no mercado tecnológico, com um time de especialistas fiscais, para apoiar a sua empresa neste desafio.

Nossa metodologia para a entrega da ECF 2019 (31/07) através de BPO, tem sido a estratégia mais procurada por empresas que querem compliance, otimização na lucratividade e concentração de metas e esforços em seu core business, pois oferece:

  • Suporte e Consultoria em relação a dúvidas fiscais;
  • Geração, em modelo BPO, dos arquivos ECF no layout definido pela Receita Federal;
  • Validação e consistência das informações bases da ECF.

 

 

EFD-Reinf: atenção aos próximos passos


Postado em 22/04/2019 por tfagundes
image-1

O leiaute 2.0 da EFD-Reinf chegou e os desafios para os contribuintes que precisam declarar esta obrigação mensalmente também.

Em entrevista para o jornal Estadão, Juarez Mata, consultor tributário da FH, contou detalhes do leiaute 2.0 e seus novos eventos, além dos pontos de atenção pra este ano. Confira!

Confira a matéria na íntegra!

 

 

O que o Transfer Pricing tem a ver com a ECF?


Postado em 26/02/2019 por tklinguelfus
image-1

Por Thomas Moreira Ritchie – No Estadão

Se tem um assunto que mexe com os profissionais da área fiscal tributária do ramo de importação e exportação, é o tal do preço de transferência, também conhecido como Transfer Pricing ou TP. Responsável pelo controle da movimentação de bens e serviços entre empresas vinculadas no exterior, esta obrigação foi criada para evitar que lucros tributáveis fossem enviados ao exterior através de tais operações.

Dentre a lista interminável de obrigações fiscais que as empresas precisam entregar ao Fisco, fica difícil parar para fazer um planejamento tributário e todo mundo acaba correndo para fazer as entregas em cima da hora, a fim apenas de evitar penalidades.

O que muita gente não sabe, é que entregar o Transfer Pricing adequadamente é sinônimo de aumento de competitividade, pois é possível avaliar a performance da área logística, controlar o inventário, analisar o consumo de insumos importados, mensurar a rentabilidade de produtos destinados à revenda, analisar financeiramente a captação de recursos do exterior e etc. Além disso, o processamento periódico do cálculo permite o gerenciamento de eventuais ajustes, proporciona vantagens competitivas às empresas e possibilita novos planejamentos e estratégias.

Tá, e qual é o impacto na entrega da ECF?

O mero preenchimento do Bloco X é, por si só, um desafio para muitas empresas. Além disso, a cada ano que passa, o Fisco aumenta as diretrizes da ECF. Como por exemplo, a novidade do ano passado foi a criação Registro X357 para identificar quais são as investidoras diretas.

Vale a pena ressaltar que o Transfer Pricing vai muito além do que aparenta: compreende análises referentes a bens, serviços, juros e dividendos pagos e recebidos no exterior ao demonstrativo de prejuízos acumulados. Deste modo, fica evidente que a apuração periódica do TP faz com que a empresa possa gerenciar eventuais ajustes, planejar estratégias nas operações realizadas entre empresas vinculadas e rastrear todas as informações relativas a cálculo. Depois de tudo isso, basta associar os dados do Transfer Pricing no bloco X da ECF, e pronto!

Para a conferência do cálculo de Transfer Pricing executado pelas áreas de negócio, o time de Tax Compliance Services da FH oferece os meios para implementar, executar e suportar a realização do cálculo, além de mapear e rastrear todas as etapas.

Vamos conversar? Preencha o formulário abaixo e nossos especialistas entrarão em contato com você!

Página /